Piracicaba tem primeira morte por variante Delta em SP, diz prefeitura

A área técnica da secretaria estadual de Saúde realiza o ressequenciamento da amostra

Rafaela LaraHenrique Andradeda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O município de Piracicaba, no interior de São Paulo, reportou à Secretaria estadual de Saúde nesta terça-feira (31) uma morte por Covid-19 relacionada à variante Delta. O Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE) está investigando os detalhes. A área técnica da secretaria estadual de Saúde realiza o ressequenciamento da amostra positiva para a variante.

A variante Delta, identificada pela primeira vez na Índia, tornou-se o centro das atenções da comunidade científica global devido à sua alta capacidade de transmissão. A linhagem denominada tecnicamente de B.1.617.2, considerada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) uma “variante de preocupação”, já foi identificada em 142 países.

A inclusão das cepas nessa classificação considera evidências que incluem o aumento da transmissibilidade, o agravamento da doença, a redução significativa na neutralização por anticorpos produzidos pela infecção ou induzidos pela vacinação, a eficácia reduzida das vacinas ou falhas na detecção pelo diagnóstico.

Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil tem 1.573 casos confirmados da Delta e 58 óbitos causados pela variante, que está presente em 18 estados e no Distrito Federal.

A variante Delta Plus conta com a mesma estrutura da variante Delta já conhecida. No entanto, a linhagem apresenta uma mutação extra, chamada K417N. Segundo o pesquisador José Eduardo Levi, da Universidade de São Paulo (USP), a mutação está relacionada a possíveis vantagens do vírus para driblar as defesas do organismo humano.

Segundo um estudo publicado no periódico científico Journal of Autoimmunity, a variante Delta Plus mostrou um número significativo de mutações de alta prevalência (cerca de 20% maior do que a variante Delta).

Três mutações na proteína Spike (K417N, V70F e W258L) estavam presentes exclusivamente na variante Delta Plus, segundo o estudo.

Por meio de análises estruturais, os pesquisadores identificaram que essas mutações são capazes de enfraquecer as interações com anticorpos, reduzindo a resposta imunológica.

Diagnóstico
Variante Delta pode levar a um maior número de casos em pessoas vacinadas, segundo os especialistas / Getty Images

*Com informações de Lucas Rocha, da CNN, em São Paulo

Mais Recentes da CNN