Prefeitura de São Paulo confirma oito casos da variante Delta na capital

Todos os pacientes diagnosticados com a variante originária da Índia, no entanto, estão bem

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Renato Barcellos, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de São Paulo informou nesta terça-feira (20) que a cidade registrou oito casos da variante Delta do novo coronavírus. 

Quatro casos ocorreram na zona leste, nos bairros da Mooca, Belenzinho e Aricanduva, e dois na zona norte, na Vila Guilherme.

A partir de uma análise dirigida com 60 testes positivos foi possível obter o resultado. Outro caso, além desses, foi verificado com base em análises de uma paciente de um hospital privado no município.

Em 7 de julho, um homem de 45 anos apresentou o primeiro teste positivo para a variante Delta na capital.

Todos os pacientes diagnosticados com a variante originária da Índia, no entanto, estão bem.

Segundo o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, o rastreamento é essencial para que esses casos sejam descobertos.

“Seguiremos com as medidas de rastreamento de todos esses casos, que serão acompanhados pelos nossos técnicos e profissionais para saber se houve contato com viajantes”, afirmou.

“Seguimos enviando os testes, por amostragem, para os institutos Butantan, Adolfo Lutz e de Medicina Tropical da Universidade de São Paulo (USP)”, concluiu.

Mais Recentes da CNN