Prefeitura vê irregularidades em hospital com mais vítimas de coronavírus em SP

Entre as irregularidades estão subnotificação de casos suspeitos de COVID-19 aos órgãos oficiais de vigilância e irregularidades com isolamento de pacientes

Entrada do hospital Sancta Maggiore, em São Paulo, onde morreram pacientes com o novo coronavírus
Entrada do hospital Sancta Maggiore, em São Paulo, onde morreram pacientes com o novo coronavírus Foto: Rahel Patrasso - 17.mar.2020/Reuters

André Rosa

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), informou neste sábado (21) para a CNN que a inspeção realizada pela Vigilância Epidemiológica no hospital Sancta Maggiore constatou  irregularidades.

Entre as irregularidades estão:

. Subnotificação de casos suspeitos de COVID-19 aos órgãos de vigilância. 

. Não notificação de agravamento de condições de saúde e óbitos de pacientes com coronavírus

. Irregularidades nas práticas de isolamento de pacientes suspeitos de Covid-19

Por conta destas irregularidades, a empresa será notificada e responderá a processo administrativo de vigilância em saúde.

Procurada pela CNN, a rede de saúde particular Prevent Senior, especializada em tratamento de idosos e controladora do Hospital Sancta Maggiore, afirmou que mantém o “atendimento aos seus pacientes de acordo com a sua cultura de acolher e cuidar de pessoas e com os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde e pela Organização Mundial da Saúde”. 

A Prevent Senior diz ainda ter notificado as autoridades públicas sobre os casos notificados de coronavírus e que o posicionamento da Secretaria Municipal de Saúde “causa perplexidade”. 

O hospital afirma ainda ter vídeos que revelariam o não inspecionamento de documentos por técnicos da  Vigilância Sanitária. 

“Logo, não poderiam ter chegado às conclusões sobre as supostas irregularidades. Ademais, as imagens mostram um hospital corretamente organizado e sem superlotação”, conclui Nelson Wilians, advogado da Prevent Senior.

Mais Recentes da CNN