RJ: vacinação contra Covid de adolescentes em Paquetá começa na próxima semana

Projeto Paquetá Vacinada vai monitorar a população por um ano; nesta terça-feira (20), projeto de vacinação em massa na ilha completa um mês

Vacinação em Paquetá, Rio de Janeiro, já mostra resultados
Vacinação em Paquetá, Rio de Janeiro, já mostra resultados Foto: Divulgação/Prefeitura do Rio de Janeiro

Camille Couto, da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

O projeto de vacinação em massa contra a Covid-19 na ilha de Paquetá, no Rio de Janeiro, completa um mês nesta terça-feira (20). A vacinação dos adolescentes de até 12 anos, moradores da ilha, está marcada para começar no próximo domingo (25).

Nesta segunda-feira (19), durante reunião do Comitê Científico, a data foi reforçada e confirmada pelo secretário municipal de saúde, Daniel Soranz.  

Dados preliminares apresentados pelo órgão de saúde no início deste mês mostraram que 21% dos menores de 18 anos têm anticorpos para a Covid-19. Os membros do Comitê de enfretamento à Covid-19 recomendam que essa faixa etária receba a vacina da Pfizer em um intervalo de 21 dias. 

O projeto de vacinação em massa deve avançar ainda mais no dia 15 de agosto – é nessa data que os adultos serão imunizados com a segunda dose da vacina contra Covid- 19 na ilha.  Os dados preliminares apontaram que 40% dos maiores de 18 anos ainda não vacinados têm anticorpos para a doença. E entre os que tomaram as duas doses, esse índice chega a 90%.   

A Ilha de Paquetá tem uma população de 4.180 moradores, dos quais 3.530 são maiores de 18 anos. Até o momento, mais de 96% dos moradores adultos que vivem no local já foram imunizados com, ao menos, a primeira dose.   
  
O objetivo do projeto é monitorar por um ano a população para saber se a vacina será capaz de diminuir a incidência da Covid-19.

Mais Recentes da CNN