Moradores criticam poda de árvores em praça histórica do Rio de Janeiro

Prefeitura explica que o objetivo é a recuperação do espaço e de seu desenho original

Camille Couto, da CNN, no Rio de Janeiro
19 de julho de 2021 às 18:29
Moradores no Rio criticam poda de árvores em praça histórica
Moradores no Rio criticam poda de árvores em praça histórica
Foto: Everton Souza

Moradores criticaram a poda de árvores, na Praça Paris, localizada na Glória, zona sul do Rio. Imagens gravadas por uma frequentadora chama atenção pelas dezenas de galhos espalhados.  No vídeo ela diz que “destruíram muitos ninhos” e que “dá vontade de chorar".  

Procurada pela CNN, a Fundação Parques e Jardins (FPJ) informou que equipes do órgão estão realizando a poda 'topiária' dos arbustos que compõem o espaço e que a técnica de jardinagem é importante para a recuperação das árvores com características ornamentais.  

Ainda em nota, a prefeitura ressalta que o espaço foi negligenciado ao longo dos últimos dois anos no que diz respeito às questões de conservação e, com isso, o conjunto de ficus microcarpa, uma espécie de árvore, ficou descaracterizado, tendo a maioria destas plantas adquirido o porte arbóreo.  

A poda ‘topiária’ tem como objetivo recuperar o porte original e o desenho artístico das espécies ao longo dos próximos meses.  

A Praça Paris foi construída em 1926, quando o Rio de Janeiro ainda era a capital do País. Com projeto do urbanista francês Alfred Agache, reproduzia o traçado de um típico jardim parisiense da época. O tombamento da praça Paris, ocorrido em 1995, assegura e impõe a preservação das características desta área verde. 

A prefeitura do Rio alega que o crescimento desordenado dos ficus é um obstáculo a qualquer iniciativa de recuperação das características paisagísticas de valor cultural da praça, como o Tombamento estabelece.

Prefeitura afirma que espaço da cidade será recuperado
Foto: Everton Souza