Rússia vende 32 milhões de doses da Sputnik V para farmacêutica mexicana

País deve começar a entregar em novembro as doses do imunizante contra o novo coronavírus para a Landsteiner Scientific

Funcionária mostra frascos da Sputnik V, vacina russa contra Covid-19
Funcionária mostra frascos da Sputnik V, vacina russa contra Covid-19 Foto: Andrey Rudakov - 7.set.2020/ Fundo Russo de Investimento Direto / Reuters

Ouvir notícia

O Fundo de Investimentos Diretos da Rússia (RDIF), que financiou o desenvolvimento da vacina Sputnik V, anunciou nesta quarta-feira (9) que assinou um acordo para fornecer 32 milhões de doses do imunizante contra Covid-19 à farmacêutica mexicana Landsteiner Scientific.

As entregas da vacina para o México devem começar em novembro, dependendo da aprovação dos reguladores mexicanos, disse RDIF, fundo soberano russo que financiou o desenvolvimento da Sputnik V.

Os reguladores russos registraram a vacina para uso doméstico no início de agosto, após testes iniciais em humanos em pequena escala. Atualmente, a vacina é testada em 40.000 pessoas na Rússia.

A Landsteiner Scientific do México também distribuirá a vacina, disse a RDIF.

Assista e leia também:

1º lote para uso civil da vacina Sputnik V passa em testes da vigilância russa

Documentos da vacina russa estão em ‘tradução e organização’, diz governo do PR

The Lancet: Vacina russa contra Covid-19 gerou imunidade sem efeito colateral

“Concordamos em entregar um grande lote da vacina Sputnik-V ao México, o que ajudará 25% da população mexicana a ter acesso à vacina segura e eficaz”, disse o chefe da RDIF, Kirill Dmitriev.

O México já havia dito a Moscou que gostaria de realizar o teste de estágio final da vacina produzida na Rússia. O país já tem acordos para realizar testes de vacinas desenvolvidas pela empresa norte-americana Johnson & Johnson e por duas empresas chinesas.

A RDIF assinou seu primeiro acordo de exportação da Sputnik V com o Cazaquistão, em agosto. O país deve comprar mais de 2 milhões de doses inicialmente e pode, posteriormente, aumentar para 5 milhões de doses, disse o RDIF.

Mais Recentes da CNN