Saiba como é a preparação da vacina de Oxford pela Fiocruz

A Fiocruz começa a preparação de quase 3 milhões de doses da vacina de Oxford/AstraZeneca contra a Covid-19 com a chegada de insumos ao Brasil

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Com a chegada de 90 litros de insumos da vacina de Oxford/AstraZeneca ao Brasil no último sábado (6), a Fiocruz começa a preparação de quase 3 milhões de doses do imunizante contra a Covid-19. 

A matéria-prima contém o vírus concentrado, que vai ser diluído no restante da formulação para a produção do medicamento. Essa mistura vai para o setor de estabilização da temperatura; a carga chegou entre -55º e -70º e precisa chegar em uma média de 2º a 8º para o transporte e distribuição.

Antes da vinda dos insumos, as equipes e equipamentos da Bio-Manguinhos estavam sendo testados com água, para garantir que os ingredientes estivessem apropriados na chegada à fábrica. 

As doses só vão ficar prontas em um mês. No dia 8 de março a Fundação Oswaldo Cruz prevê liberar os lotes da vacina para o Ministério da Saúde.

Com as remessas de insumos programadas para chegar ao Brasil ao longo do mês de fevereiro, será possível produzir 15 milhões de doses do imunizante.

Doses de vacina Oxford/AstraZeneca
Doses de vacina Oxford/AstraZeneca, desenvolvida em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), chegaram a Curitiba (23.jan.2021)
Foto: CASSIANO ROSÁRIO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Mais Recentes da CNN