Saiba como se exercitar faz bem para sua vida sexual

Até mesmo curtos períodos de exercícios físicos podem melhorar sua saúde sexual

Mais disposição, melhor circulação e menos depressão são alguns dos benefícios dos exercícios físicos
Mais disposição, melhor circulação e menos depressão são alguns dos benefícios dos exercícios físicos Foto: Jonathan Borba / Unsplash

Melanie Radzicki McManus,da CNN*

Ouvir notícia

Muitas pessoas sabem que malhar é importante para uma boa saúde física, mesmo que pessoalmente elas não se exercitem regularmente. Mas você talvez não perceba que estar em forma também é crucial para a sua saúde sexual.

De acordo com dados dos Institutos Nacionais da Saúde, 43% das mulheres e 31% dos homens possuem algum tipo de disfunção sexual, com a obesidade e falta de exercícios físicos muitas vezes sendo os principais responsáveis.

Um estudo publicado no periódico The Journal of Sexual Medicine descobriu que homens com grande circunferência de cintura ou IMC elevado eram 50% mais propensos a ter disfunção erétil, enquanto aproximadamente metade das mulheres obesas relataram problemas com atividade sexual, desejo e desempenho, pelo menos em alguns momentos, em um estudo publicado na revista científica Obesity.

Mulheres que se exercitavam até seis horas por semana, em contrapartida, mostraram menor angústia sexual e menor resistência em suas artérias clitoriais em comparação com mulheres que não se exercitavam, de acordo com um estudo de 2021 publicado no The Journal of Sexual Medicine. Os praticantes de atividades físicas também mostraram níveis significativamente maiores de desejo, excitação, lubrificação e orgasmo.

“É realmente um problema médico com o qual devemos lidar como parte da saúde e bem-estar geral de alguém”, disse a Dra. Karyn Eilber, urologista no Centro Médico Cedars-Sinai de Los Angeles e especialista em bem-estar sexual. “Mas ainda há um estigma em torno do tema.”

Não deveria existir, disse Eilber e outros especialistas. O sexo é uma parte crítica do ser humano e seu objetivo não é apenas  procriar. Uma atividade sexual de qualidade tem grande impacto em sua saúde mental e emocional, sua qualidade de vida e a força de seus relacionamentos íntimos. Uma série de estudos apoiam isso, indicando que o sexo e toques afetivos são cruciais em múltiplos aspectos do bem-estar, como sentir-se compreendido, cuidado e aceito.

Aqui está o que mais acontece com seu corpo e mente quando você se exercita regularmente.

Aviso importante: Antes de começar qualquer novo exercício físico, consulte seu médico. Pare imediatamente se você sentir dor.

Sua circulação recebe um empurrão

Todo exercício aeróbico aumenta a sua circulação ou fluxo sanguíneo e ajuda a garantir um sistema circulatório saudável. E um fluxo sanguíneo forte e com bom ritmo é crucial para a excitação. Em homens, ajuda nas ereções, e em mulheres, é fundamental na lubrificação vaginal e na sensibilidade do clitóris.

Sua resistência aumenta

Quando está malhando regularmente, você desenvolve mais resistência. Isso é importante para sua saúde sexual, porque fazer sexo é em si um exercício. A organização Mayo Clinic compara uma relação sexual com subir dois ou três lances de escada. E um estudo dos Institutos Nacionais de Saúde diz que meia hora de atividade sexual pode queimar 125 calorias nos homens e quase 100 calorias nas mulheres, semelhante a caminhar a um ritmo de 5 quilômetros por hora.

Você se torna mais confiante

Ao estabelecer um regime de rotina de exercícios, você se sente mais motivado e disposto. Isso melhora sua autoestima. “Nada é mais sexy do que autoconfiança”, disse Eilber. De fato, um estudo de 2019, publicado no Journal of Personality, descobriu que as mulheres tinham mais interesse em romance com homens com maior confiança social, fosse essa confiança inata ou treinada.

Seus níveis de estresse diminuem

Estar estressado, ansioso ou deprimido pode diminuir sua libido. A depressão, em particular, está frequentemente relacionada a problemas com o funcionamento sexual — e quanto mais severa a depressão, piores são os problemas, segundo um estudo de 2018 publicado no periódico Indian Journal of Psychiatry.

Felizmente, o exercício físico é ótimo em combater o estresse, a ansiedade e a depressão, que pode traduzir no despertar do desejo sexual. Antidepressivos são conhecidos por afetar negativamente sua libido, disse Eilber, então, se o exercício pode ajudá-lo a diminuir sua dosagem ou eliminá-los completamente, melhor ainda.

Sua saúde em geral melhora

Adote uma rotina de exercícios físicos regulares e sua saúde de forma geral melhorará. Malhar pode até mesmo te ajudar a evitar condições médicas perigosas como pressão alta e diabetes, que às vezes, exigem medicações que inibem a excitação. Estas duas condições médicas também podem também prejudicar pequenas artérias localizadas no pênis, resultando em disfunção erétil. Na verdade, a disfunção erétil é frequentemente um dos primeiros efeitos colaterais percebidos da pressão alta e do diabetes.

Quanto de atividade física é necessária para melhorar a sua saúde sexual? Tudo depende da pessoa, então é melhor verificar com o seu médico. Especialistas dizem que mesmo períodos curtos de exercícios, como caminhadas com passos rápidos regulares, podem melhorar o seu bem-estar sexual. No entanto, você tem que ter cuidado para não exagerar.

Se você ainda não está convencido, é hora de calçar seu tênis e começar a se movimentar, considere isso como um aviso da Eilber. “Há algo nessa frase, ‘Use-o ou perca-o’”, disse. “Seus órgãos pélvicos são como qualquer outra parte do corpo. Se você não usá-los, você perderá a função.”

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN