Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Saiba se você pode fazer o autoteste para Covid após data de vencimento

    Especialista responde se a eficácia do autoteste é a mesma após a expiração da data de validade

    Mulher realiza autoteste de Covid-19
    Mulher realiza autoteste de Covid-19 Getty Images/Johner RF

    Dejania Oliverda CNN

    Ouvir notícia

    Os testes rápidos de antígeno para Covid-19, mais conhecidos como autotestes, tornaram-se mais comuns nas residências de todo o país à medida que os suprimentos aumentaram. Esses testes são projetados para fornecer resultados em menos de 30 minutos no conforto da sua própria casa.

    Mas se você tiver várias caixas armazenadas, talvez sobrando do surto de inverno da Ômicron ou do programa federal que envia até oito testes gratuitos para residências nos EUA, você pode se perguntar se eles são seguros e precisos para uso além quando já passaram da data de validade, impressa no pacote.

    A Food and Drug Administration dos EUA, agência reguladora que autoriza esses testes, diz em seu site que “não recomenda o uso de testes de diagnóstico caseiros de Covid-19 além das datas de validade autorizadas ou quebrados. Por causa disso, os kits de teste vencidos podem fornecer resultados de teste imprecisos.”

    Mas, à medida que os fabricantes alteram as datas de validade de alguns testes, muitos ficam se perguntando se é tão simples assim.

    William Schaffner, professor da Divisão de Doenças Infecciosas do Centro Médico da Universidade de Vanderbilt comentou sobre o assunto.

    CNN: O que exatamente são testes rápidos de antígeno?

    William Schaffner: Os autotestes de antígeno detectam pequenas quantidades microscópicas de proteína do vírus. Então eles realmente detectam o próprio vírus. Esses testes de diagnóstico detectam rapidamente fragmentos de proteínas encontrados no vírus ou dentro dele, testando amostras coletadas da cavidade nasal usando swabs (cotonetes).

    Uma das principais vantagens de um teste de antígeno é a velocidade do resultado, que pode fornecer indicadores em minutos. No entanto, os testes de antígeno podem não detectar todas as infecções ativas, pois não funcionam da mesma maneira que um teste de PCR.

    CNN: Como a agência reguladora e os fabricantes dos testes decidem as datas de validade e quando estendê-las?

    Schaffner: Como leva tempo para os fabricantes de testes realizarem testes de estabilidade, a FDA normalmente autoriza testes caseiros de Covid-19 com uma data de validade de cerca de quatro a seis meses a partir do dia em que o teste foi fabricado, com base nos resultados iniciais do estudo.

    Uma vez que o fabricante do teste tenha mais resultados de teste de estabilidade, como 12 ou 18 meses, a empresa proprietária do teste pode entrar em contato com a FDA para solicitar que a agência autorize uma data de validade mais longa.

    Quando uma data de validade mais longa é autorizada, o fabricante do teste pode enviar um aviso aos clientes para fornecer a nova data de validade autorizada, para que os clientes saibam por quanto tempo podem usar os testes que já possuem.

    CNN: É pssível usar um teste vencido?

    Schaffner: Quando os testes receberam luz verde pela primeira vez, quando foram aprovados pela agência reguladora, uma das coisas que a FDA pediu aos desenvolvedores de testes para fazer é dizer: “OK, se eu tiver o teste em casa, por quanto tempo eles ainda serão úteis?”

    Uma pergunta perfeitamente razoável. E, claro, no início, quando os testes foram desenvolvidos, os fabricantes esperaram, digamos, três meses ou seis meses, e então foram para agência reguladora e disseram: “aqui estão os dados”.

    Eles mostraram que ainda funcionam depois de três meses, e a FDA disse “bom”, e para esses testes iniciais, se faz necessário uma data de validade de três meses, mas isso é só porque essa foi a duração testada.

    Agora, o mesmo fabricante mantém seus testes na prateleira por seis meses, mostra que eles ainda funcionam e vai à FDA e diz “eles funcionam até seis meses”, e a FDA diz “ótimo”. Agora, pode colocar seis meses em sua caixa quando a vender.

    Portanto, o usuário poderia ter obtido um teste do mesmo fabricante e uma data de validade mais curta e mais longa, dependendo de quando o teste real foi feito e entregue na loja ou enviado pelo governo federal.

    Temos testes agora que se mostraram bons por um ano e acho que alguns provavelmente ainda mais. Em outras palavras, esses são testes muito, muito estáveis.

    Agora, se eu tiver um teste que expirou na semana passada, ainda será eficaz nesta semana se eu usá-lo? A resposta é sim. Contanto que você não tenha descuidado do teste de alguma forma, colocando-o em um congelador ou deixando-o no sol ou algo assim. Certo. Podemos confiar nos resultados do teste.

    CNN: As pessoas ainda podem acessar testes gratuitos em outros lugares?

    Schaffner: Muitos locais de testes fecharam ou estão disponíveis para você em um intervalo de horas muito mais restrito. E isso é obviamente por causa da disponibilidade.

    Testes rápidos estão disponíveis. Isso está tirando muita pressão dos locais de teste onde PCR estava disponível, de modo que é muito menos amplo e rápido. Seu médico ainda pode solicitar um teste de PCR, mas pode levar uma semana para que os resultados cheguem.

    CNN: Qual é a coisa mais importante que as pessoas devem saber para obter resultados precisos dos autotestes?

    Schaffner: As instruções. Eu as procurei assim que peguei — e eu não pretendo olhar cada caixa de teste que esteja por aí — mas eu olhei para várias delas. As instruções são realmente muito claras. Eles têm ilustrações, e minha sugestão é fazer corretamente.

    Não é complicado, mas faça exatamente, sem desvios, como dizem as instruções, e então você pode confiar bastante nos resultados.

     

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original

    Mais Recentes da CNN