São Paulo e Rio aplicam 3ª dose contra Covid-19 nesta segunda-feira (13)

A capital paulista inicia a aplicação dose adicional para Covid-19 em idosos de 85 anos ou mais; na capital fluminense, início é em pessoas com ao menos 95 anos

Da CNN

Ouvir notícia

As cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro aplicam a terceira dose de vacinas contra a Covid-19 em idosos nesta segunda-feira (13).

A capital paulista inicia a aplicação dose adicional para Covid-19 em idosos de 85 anos ou mais. O público estimado pela prefeitura na faixa-etária é de 76.849 pessoas.

Só poderá receber a terceira dose quem tomou a segunda ou dose única há mais de seis meses. A imunização de reforço para pessoas maiores de 90 anos começou no dia 8 de setembro.

Ao se dirigir à unidade de saúde, o idoso precisa estar com carteira de vacinação, documento com foto e comprovante de residência da capital.

Segundo o executivo municipal, os idosos receberão a vacina que estiver disponível. Com isso, a cidade vai contra a recomendação do Ministério da Saúde do reforço ser especificamente com a Pfizer.

Pessoas com mais de 60 anos e imunossuprimidas com mais de 18 anos que tomaram a segunda dose ou única há pelo menos 28 dias, podem fazer a inscrição para a “xepa” da vacinação nas unidades básicas de saúde (UBS) para conseguir as doses remanescentes fazendo o reforço da imunização.

Rio de Janeiro

A cidade do Rio de Janeiro começa a aplicar nesta segunda-feira (13) a dose de reforço nos idosos da capital, por idade. Até último dia 10, somente idosos em instituições de longa permanência foram contemplados.

O calendário divulgado pela Prefeitura disponibiliza um dia para cada idade, tendo início com os maiores de 95 anos, e finalizando a semana, na sexta-feira (17), com a aplicação dos imunizantes contra a Covid-19 para pessoas com 91 anos.

A dose de reforço será destinada aos idosos que receberam a segunda aplicação do imunizante há, pelo menos, três meses.

  • Segunda-feira (13): 95 anos ou mais
  • Terça-feira (14): 94 anos ou mais
  • Quarta-feira (15): 93 anos ou mais
  • Quinta-feira (16): 92 anos ou mais
  • Sexta-feira (17): 91 anos ou mais
  • Sábado (18): 90 anos ou mais

A imunização segue normal com a primeira dose para pessoas com deficiência (PcD), gestantes, puérperas e lactantes com 12 anos ou mais, além da repescagem para o público a partir de 23 anos, preferencialmente, no período da tarde, e da aplicação da segunda dose, conforme a data estipulada no comprovante da primeira.

Já o segmento do calendário que prevê a vacinação em adolescentes está interrompido, na capital fluminense, por falta de imunizantes.

A expectativa da prefeitura do Rio é de que o calendário seja retomado na quarta-feira (15), após a entrega de mais doses pelo Ministério da Saúde, com a imunização de meninas de 14 anos. Já na sexta-feira (17) será a vez dos meninos da mesma idade.

Mais Recentes da CNN