Saúde avalia incluir estados do Sul em fundo de doses extras de vacina

Ministério também pretende acrescentar à lista mais quatro estados: Ceará, Goiás, Paraíba e Sergipe.

Kenzô Machida e Thais Arbex, da CNN, em Brasília

Ouvir notícia

Diante do aumento de casos do novo coronavírus no país, o Ministério da Saúde avalia incluir estados da região Sul na lista daqueles que vão receber doses extras de vacinas contra a Covid-19 e reabrir hospitais de campanha na região.

Auxiliares do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disseram à CNN que Santa Catarina e Paraná devem entrar no rol do chamado Fundo Estratégico — criado para socorrer as unidades da federação que enfrentam maior pressão. 

A pasta também pretende colocar mais quatro estados na lista: Ceará, Goiás, Paraíba e Sergipe. O ministério criou uma reserva extra de 5% de doses disponíveis para atender esses locais.

Como mostrou o analista Igor Gadelha na terça-feira (2), o Ministério decidiu já colocar, nesta semana, 10 estados na lista dos que receberiam um montante extra do novo lote de 2,5 milhões de doses da Coronavac.

Entre eles, oito entraram no rol pela primeira vez: Rondônia, Roraima, Ceará, Paraíba, Sergipe, Paraná, Santa Catarina e Goiás. Agora, a ideia é que todas essas unidades, incluindo Amazonas e Pará, sigam no Fundo Estratégico.

Pazuello embarcou nesta quinta-feira (4) para a região Sul do país, onde vai acompanhar a situação da pandemia em cidades do Paraná e de Santa Catarina. Estão previstas agendas do ministro em Cascavel (PR) e em Chapecó (SC).

Desde o final de fevereiro, a Força Nacional do SUS (FN-SUS) atua em municípios de Santa Catarina para auxiliar no acesso da população aos serviços de saúde. De acordo com o ministério, 185 ventiladores pulmonares foram enviados para Santa Catarina. Mais equipamentos devem chegar ao estado nos próximos dias.

Auxiliares de Pazuello também disseram à CNN que a pasta também está investindo na habilitação de novos leitos de UTI Adulto para atendimento exclusivo aos pacientes graves com Covid-19. 

De acordo com dados da pasta, nesta quinta-feira, em Santa Catarina, há 4.519 leitos habilitados – 244 em Chapecó. No Paraná, são 6.253 – 220 em Cascavel.

Mais Recentes da CNN