Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Saúde confirma que operador credenciado adulterou dados de comprovante de vacinação

    Alteração aconteceu nos dados de cadastro de usuários do ConecteSUS, aplicativo que é usado como passaporte de vacinação em todo o país

    Daniel Adjutoda CNN

    em São Paulo

    O Ministério da Saúde confirmou que um operador externo credenciado alterou indevidamente dados de usuários no cadastro do ConecteSUS. O aplicativo é usado como passaporte de vacinação em todo o país.

    Segundo o ministério, o operador não tem vínculo com a pasta. “A modificação não foi feita por servidor do ministério, mas por um operador credenciado, o qual já teve o seu acesso ao sistema bloqueado”, informa.

    Hoje, o Brasil conta com 45 mil operadores credenciados. Segundo o ministério, são pessoas que têm acesso direto ao sistema para incluir e modificar informações que aparecem no aplicativo ConecteSUS.

    Nas redes sociais, o pesquisador científico Átila Iamarino denunciou a alteração no próprio cadastro. “Descobri que também invadiram meus dados no Conecte SUS. Alteraram meu nome, o nome da minha mãe e minha nacionalidade no certificado de vacinação, em documento oficial…”, escreveu o biólogo.

    O cadastro de Felipe Castanhari, diretor e apresentador do Canal Nostalgia, também foi alvo do operador.

    Questionada, a pasta não informou a identidade do operador nem a cidade onde ele trabalha. Ainda sem dados de quem foi vítima, o ministério orienta quem foi prejudicado a buscar a ouvidoria pelo telefone 136. “O ministério reforça que está atuando para restaurar os cadastros e bloquear os operadores responsáveis pelas alterações indevidas”, diz a pasta de Marcelo Queiroga.