Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Saúde do RJ alerta para casos de intoxicação por uso de pomadas de cabelo

    Mais de 130 atendimentos relacionados à utilização de diferentes marcas deste tipo de produto foram registrados em cinco dias

    Pomada modeladora de cabelo pode causar irritação nos olhos
    Pomada modeladora de cabelo pode causar irritação nos olhos Tsikhan Kuprevich/Getty Images

    Da CNN

    Secretaria de Estado de Saúde (SES-RJ) emitiu um alerta para que as equipes de Vigilância em Saúde dos municípios monitorem  possíveis casos de intoxicação a partir do uso de pomadas modeladoras de cabelo.

    O Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs) foi notificado sobre um aumento de registros de casos na capital fluminense.

    Entre 23 e 27 de dezembro, 132 atendimentos relacionados à utilização de diferentes marcas deste tipo de produto foram registrados no estado. Há ainda 45 em investigação.

    Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) da capital fluminense, os lesionados eram pessoas que fizeram penteados fixados com o produto. Ao molharem os cabelos, a água com o ingrediente químico escorreu para os olhos, provocando irritação.

    Além da queimadura, o ferimento também pode causar vermelhidão, inchaço nos olhos, visão turva e até cegueira temporária, além de causar bastante dor.

    A secretaria também informou que algumas das marcas já identificadas estão com a comercialização e o uso suspensos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em todo o Brasil.

    Alto volume de atendimentos

    Ainda de acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde, a emergência oftalmológica do Hospital Souza Aguiar costuma atender cerca de 70 pacientes por dia. Na segunda-feira de Natal e no dia seguinte, no entanto, foram 83 e 167 atendimentos, respectivamente — a maioria devido a lesões na córnea causadas pelo contato com o composto químico presente nas pomadas.

    “A maioria dos pacientes apresenta uma conjuntivite ou ceratite química causadas pelo contato com a pomada. E, quanto maior a quantidade do produto que escorre para os olhos, mais grave pode ser a lesão”, afirmou a diretora do hospital, Paula Travassos.

    Ela também revelou preocupação para o próximo fim de semana. “Se a situação já está assim devido ao Natal, pode ficar pior para o Réveillon, pois sabemos que muitas pessoas terminam a noite mergulhando no mar”, disse a médica. “E ainda temos previsão de chuva para a tarde do dia 31. Quem tiver usado essas pomadas e se molhar, também correrá o risco da água da chuva com o produto químico escorrer para os olhos.”

    A orientação do IVISA-Rio é de que as pessoas comprem e usem somente produtos regularizados junto à Anvisa. As pomadas autorizadas podem ser consultadas no site da Anvisa.