Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Sem dados de oito estados, Brasil registra 75 mortes por Covid-19 em 24 horas

    De acordo com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), informações foram impactadas por indisponibilidade dos sistemas do Ministério da Saúde

    País tem um total de 617.948 mortes e 22.219.477 infecções confirmadas desde o início da pandemia
    País tem um total de 617.948 mortes e 22.219.477 infecções confirmadas desde o início da pandemia Breno Esaki/Agência Saúde DF

    Lucas Rochada CNN

    em São Paulo

    Ouvir notícia

    O Brasil registrou 75 mortes e 3.621 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas. Nesta terça-feira (21), as médias móveis de óbitos e de infecções ficaram em 140 e 3.396, respectivamente.

    Com a atualização, o país tem um total de 617.948 mortes e 22.219.477 infecções confirmadas desde o início da pandemia, em março de 2020.

    Os dados divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) apresentaram alterações devido à indisponibilidade dos sistemas de informação do Ministério da Saúde, segundo o Conass.

    Pelo menos oito estados não informaram os dados sobre a pandemia: Bahia, Goiás, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Rio de Janeiro, Roraima, São Paulo e Tocantins.

    Vacinação contra Covid-19 para crianças

    A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) publicou nesta terça-feira (21) um estudo que reforça a importância de vacinar as crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19, como estratégia para ampliar a cobertura vacinal no país. De acordo com a pesquisa, sem a inclusão desta faixa etária na campanha, só seria possível proteger, na melhor das hipóteses, 85% da população brasileira. Leia mais.

    Alta de casos na Europa

    Apesar da OMS (Organização Mundial da Saúde) aprovar o uso de emergência da décima vacina contra a Covid-19, a NuvaxovidTM, os casos europeus relacionados à pandemia não param de aumentar. Leia mais.

    A Comissão Europeia adotou, nesta terça-feira, as regras que tornarão o certificado da Covid-19 da União Europeia (UE) válido para viagens nove meses após a conclusão do esquema de vacinação primário. Leia mais.

    Mais Recentes da CNN