SP pretende vacinar em três semanas todas as crianças de 5 a 11 anos contra Covid-19

Governador João Doria anunciou que plano de vacinação infantil prevê 250 mil doses aplicadas por dia; estado aguarda envio de imunizante da Pfizer pelo Ministério da Saúde

Léo LopesEmylly AlvesStephanie Alvesda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O estado de São Paulo pretende vacinar todas as crianças de 5 a 11 anos de idade contra a Covid-19 em três semanas.

Em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (5), o governador João Doria informou que o plano de vacinação do estado já está pronto para ser colocado em prática e prevê a vacinação diária de 250 mil crianças.

“Toda a logística e infraestrutura foi planejada no final do ano passado e está preparada para iniciar imediatamente desde que o Ministério da Saúde envie as doses”, disse Doria.

A estimativa é de que São Paulo tenha cerca de 4,3 milhões de crianças nessa faixa etária.

O governador cobrou que o Ministério da Saúde, caso não envie as doses pediátricas, autorize a Pfizer a negociar diretamente com os estados.

“Neste momento, a Pfizer por contrato não pode vender a outros entes públicos”, afirmou Doria.

Ele complementou que São Paulo também aguarda a decisão da Anvisa sobre o pedido de uso emergencial da Coronavac para imunização de crianças.

“O que permitiria o início imediato da imunização de crianças com 12 milhões de doses, aqui no estado de SP e também permitiria que crianças de outros estados pudessem receber essa vacina”, declarou o governador.

Governador João Doria em coletiva nesta quarta (5). / Governo de SP / Reprodução

Locais de vacinação

De acordo com o governo paulista, 5.200 postos já estão disponíveis para iniciar a vacinação infantil.

Além disso, as secretarias de Saúde e Educação do estado fizeram uma parceria para permitir a aplicação de doses nas escolas públicas estaduais.

Até então, 268 escolas já estão cadastradas para proceder com a imunização. O cadastramento nos municípios começou nesta quarta (5) então número deve aumentar.

“O objetivo é cadastrar o maior número possível de escolas estaduais para que os pais possam levar seus filhos para a vacinação em um ambiente de extrema confiança para as crianças”, disse Doria.

Mais Recentes da CNN