Tendência é que restrições sejam impostas a não vacinados, diz coordenador de SP

Coordenador-executivo do Centro de Continência, João Gabbardo também falou à CNN sobre os índices que faltam serem atingidos para flexibilização do uso de máscaras

Produzido por Ludmila Candalda CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

O estado de São Paulo precisa que 75% da população esteja com o esquema vacinal completo para que a flexibilização do uso de máscaras aconteça, segundo o coordenador-executivo do Centro de Continência contra a Covid-19, João Gabbardo.

Em entrevista à CNN, ele afirmou que o “pior já passou” em relação à pandemia. No entanto, o grande número de pessoas não vacinadas é preocupante e, por isso, ele acredita que a esse público possam vir medidas restritivas no futuro.

“O que se vê no mundo é a diminuição das restrições para as pessoas que já estão vacinadas. A tendência, a partir de agora, é que as restrições sejam impostas às pessoas que, infelizmente, ainda não se vacinaram”, disse.

“Em São Paulo [capital], temos mais de 92% da população com 18 anos vacinada, ou seja, ainda temos mais 8% para completar o esquema vacinal. Essas pessoas que ainda nos preocupam, porque as internações, casos graves e óbitos, na sua grande maioria, ocorrem em quem que não completou a vacinação”, completou.

Para ele, o problema agora é comportamental, pois não há mais dificuldade de acesso aos imunizantes. “Eles estão disponíveis para todo mundo. É muito mais um problema comportamental. Temos, por exemplo, um percentual de pessoas que estão com vacina atrasada e muitos adolescentes que já poderiam ter feito a segunda dose e ainda não o fizeram.”

Apesar da preocupação com os não vacinados, Gabbardo afirmou que o Brasil não deve ter “retrocesso” em flexibilizações já consolidadas – diferente do que ocorre na Europa, que, em meio a alta de casos, anunciou medidas mais duras para quem ainda não se imunizou contra a Covid-19.

“Temos que continuar com essas flexibilizações sendo feitas de forma gradual e lenta, mas com segurança, para não precisarmos fazer retrocessos.”

Uso de máscaras

João Gabbardo afirmou que São Paulo ainda precisa atingir o indicadores estabelecidos no mês passado para planejar a flexibilização do uso de máscaras em ambientes abertos.

“Ainda precisamos reduzir um pouco mais o número de óbitos. O de internações está próximo do que estabelecemos, mas ainda esperamos ter 75% de toda a população do estado completamente imunizada. Hoje, esse índice está acima de 72%”, disse o coordenador.

“Precisamos completar 75% do esquema vacinal para que o uso das máscaras em ambiente aberto e sem aglomeração possam ser liberados.”

Mais Recentes da CNN