Todo cuidado é pouco, diz secretário de Saúde de SP sobre cepa da Índia

Em entrevista à CNN, o secretário municipal de Saúde de São Paulo Edson Aparecido disse que se reunirá com a Saúde e a Anvisa para discutir medidas protetivas

Elis Franco, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Em entrevista à CNN nesta sexta-feira (21), o secretário municipal de Saúde de São Paulo, Edson Aparecido, disse que “todo cuidado é pouco” sobre a prevenção contra a possível chegada na capital paulista da cepa originária da Índia, que foi identificada no Maranhão.

Para discutir as medidas protetivas, Aparecido disse que se reunirá com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e representantes da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) já neste sábado (22).

“A ideia é que possamos estabelecer alguns protocolos não só nos aeroportos, mas também nas duas rodovias que chegam da região norte do país, a Dutra e a Fernão Dias, e o Terminal Tietê”, disse o secretário.

Teste da COVID-19
Teste da COVID-19
Foto: Diy13/Shutterstock

“Essa ação não pode ser feita só pelo município, a intenção é juntar esforços.”

No entanto, Aparecido também disse que a possibilidade de uma terceira onda da Covid-19 no Brasil não está necessariamente atrelada à cepa originária da Índia.

“Seguramente ainda terá como base a transmissibilidade da P1. Imagine se somarmos a isso uma nova variante.”

Mais Recentes da CNN