Nintendo anuncia lançamento do Switch no Brasil 'em breve'

Console estava disponível apenas por importação; companhia japonesa havia deixado o país em 2015

Anna Satie, da CNN
19 de agosto de 2020 às 17:46
Anúncio publicado por Doug Bowser no Twitter promete Nintendo Switch no Brasil "
Anúncio publicado por Doug Bowser no Twitter promete Nintendo Switch no Brasil "em breve"
Foto: Reprodução/Twitter (19.ago.2020)

A Nintendo anunciou nesta quarta-feira (19) seu retorno oficial ao Brasil — e com ele, a venda do console Switch.

Doug Bowser, presidente da Nintendo na América, publicou no Twitter a mensagem: "Olá, Nintendistas! Animado para trazer sorrisos ao Brasil", acompanhada de uma imagem do aparelho que diz "Em breve no Brasil". 

A companhia japonesa havia deixado de operar no país em 2015, citando altas tarifas de importação e desafios que deixaram modelo de distribuição insustentável.

O Switch foi lançado em 2017 e estava disponível no Brasil apenas por importação. A expectativa é que a operação nacional da desenvolvedora barateie o preço do videogame.

Ainda não foram divulgados o valor ou a data do lançamento.

Leia também:

Isolamento impulsiona vendas de videogames e lucro da Nintendo salta 400%

Brasil tem mais de 67 milhões de gamers, diz pesquisa; 47% são mulheres

A Nintendo lucrou mais de US$ 1 bilhão no trimestre de abril a junho, estimulada principalmente por vendas do Switch e do game Animal Crossing: New Horizons, grandes sucessos da quarentena.

Só esse título vendeu mais de 10 milhões de unidades no primeiro trimestre fiscal. Ainda assim, é o segundo jogo mais popular para a plataforma, perdendo para Mario Kart 8 Deluxe.

"Os números são ainda mais impressionantes quando você considera que, durante todo o trimestre, foi difícil encontrar o Switch em todos os principais mercados", disse Serkan Toto, fundador da consultoria da indústria de jogos Kantan Games, à agência Reuters.

A empresa vendeu 5,7 milhões de Switches no trimestre e espera comercializar 19 milhões de unidades até o fim deste ano.

(Com informações da Reuters)