Esqueleto de tiranossauro rex bate recorde e é leiloado por US$ 31,8 milhões


Jack Guy, da CNN
07 de outubro de 2020 às 10:20

Um dos esqueletos mais completos do mundo de um tiranossauro rex ultrapassou as expectativas e foi leiloado por US$ 31,8 milhões na noite dessa terça-feira (6) pela casa de leilões britânica Christie's. A venda estabelece um novo recorde mundial para qualquer esqueleto ou fóssil de dinossauro já leiloado. A estimativa era de cerca de US$ 8 milhões.

O ossos são do dinossauro Stan, que ganhou esse nome em homenagem ao paleontólogo que os descobriu. O animal viveu há cerca de 67 milhões de anos. O esqueleto foi colocado em exposição na filial da Christie's em Nova York, nos Estados Unidos.

Ao longo das últimas duas décadas, o Stan vinha sendo estudado no Instituto Black Hills em Dakota do Sul, nos EUA, e os paleontólogos produziram dezenas de pesquisas como resultado.

Assista e leia também:
Cientistas descobrem nova espécie de dinossauro relacionada ao tiranossauro rex
Pesquisadores do RS identificam ancestral de dinossauro de 350 milhões de anos
Pesquisadores anunciam nova espécie de dinossauro do Ceará

Segundo a Christie's, Stan tem 4 metros de altura e 12 metros de comprimento, incluindo a cauda, e é composto por 188 ossos, o que o torna um dos maiores e mais completos esqueletos de tiranossauro rex do mundo. Acredita-se que o animal pesava entre 7 e 8 toneladas, o que corresponde ao dobro do peso de um elefante africano de hoje.

Dinossauro Stan é composto por 188 ossos

Dinossauro Stan é composto por 188 ossos

Foto: Divulgação / Christie's

Stan se destaca por duas vértebras fundidas que os cientistas identificaram no pescoço, indicando que o dinossauro quebrou o pescoço em algum momento da vida e sobreviveu. Também há sinais de feridas no crânio e na costela, que podem ter sido causados por outro tiranossauro rex.

O primeiro osso foi encontrado na Formação Hell Creek, região de sítios de fósseis de dinossauros que se estende pelos estados norte-americanos de Montana, Carolina do Norte, Carolina do Sul e Wyoming, em 1987, por Stan Sacrison, um paleontólogo amador.

Os especialistas levaram mais de 30 mil horas de trabalhos manuais para escavar e restaurar o esqueleto. Em agosto, uma nova espécie de dinossauro relacionado ao tiranossauro rex foi descoberta na Inglaterra.

A Christie's disse que o leilão foi uma oportunidade para um colecionador ou instituição privada adquirir os ossos do dinossauro. O vencedor anônimo recebeu por telefone a notícia de que havia ganhado a disputa. 

Os ossos são do dinossauro Stan, que viveu há cerca de 67 milhões de anos

Os ossos são do dinossauro Stan, que viveu há cerca de 67 milhões de anos

Foto: Divulgação / Christie's

(Com Reuters)