“Caixa preta” na Austrália vai coletar dados do clima para civilizações futuras

Desenvolvedores dizem que a estrutura do tamanho de um ônibus será indestrutível para a própria crise climática e deve sobreviver aos humanos

"Caixa Preta da Terra" no estado australiano da Tasmânia é uma estrutura do tamanho de um ônibus, indestrutível à própria crise climática e feita para sobreviver além da civilização humana.
"Caixa Preta da Terra" no estado australiano da Tasmânia é uma estrutura do tamanho de um ônibus, indestrutível à própria crise climática e feita para sobreviver além da civilização humana. Mark (Doc) Doran / Earth's Black Box

Rachel Ramirezda CNN

Ouvir notícia

Cada vez que uma nova pesquisa sobre o clima é publicada, manchetes de notícias são postadas ou tweets são compartilhados, e uma caixa de aço gigante montada em uma plataforma de granito na Austrália registrará tudo.

Com suas grossas paredes de aço, armazenamento de bateria e painéis solares, os desenvolvedores da “Caixa Preta da Terra” dizem que a estrutura do tamanho de um ônibus urbano será indestrutível para a própria crise climática e deve sobreviver aos humanos.

Eventualmente, esperam seus criadores, a caixa preta dirá às civilizações futuras como a humanidade criou a crise climática e como falhamos ou tivemos sucesso em enfrentá-la.

“A caixa funcionará como um registro indestrutível e independente da ‘saúde’ de nosso planeta”, disse Jonathan Kneebone, artista e diretor do coletivo artístico Glue Society, que está envolvido com o projeto, à CNN. “E esperamos que faça com que os líderes prestem contas e inspirem ações e reações na população em geral.”

Embora a construção da caixa não esteja concluída até o ano que vem, os discos rígidos já começaram a registrar descobertas e debates baseados em algoritmos desde a COP26 em Glasgow, Escócia, em novembro.

“A ‘Caixa Preta da Terra‘ registrará cada passo que dermos em direção a essa catástrofe”, escrevem os criadores do projeto, incluindo pesquisadores da Universidade da Tasmânia e uma empresa de comunicações de marketing, a Clemenger BBDO.

“Centenas de bases de dados, medições e interações relacionadas à saúde de nosso planeta serão continuamente coletadas e armazenadas com segurança para as gerações futuras.”

O monólito de aço documentará todas as conversas e artefatos relacionados ao clima do passado, presente e futuro, incluindo mudanças na temperatura da Terra e do mar, acidificação dos oceanos, quantidade de gases de efeito estufa na atmosfera, população humana, consumo de energia, gastos militares, mudanças de políticas e mais.

Segundo seus fabricantes, a caixa virá embalada com drives de armazenamento e fará o download constante de dados científicos da internet, que serão alimentados por painéis solares e bateria de armazenamento da estrutura.

Os desenvolvedores estimam que a caixa preta tem a capacidade de armazenar dados suficientes para as próximas três a cinco décadas e estão continuando suas pesquisas para aumentar seus recursos de armazenamento além do arquivamento e compactação de dados.

Kneebone disse que os criadores ainda estão tentando descobrir quem seria capaz de usar a caixa em um futuro distante, uma vez que o acesso a ela foi projetado para ser difícil e exigiria tecnologias avançadas.

Muito parecido com a Pedra de Roseta, ele disse, eles planejam usar vários formatos de codificação, incluindo simbolismo matemático para suas inscrições analógicas em placas de aço de longo prazo, que incluiriam instruções necessárias para decodificar a caixa por quem quer que a descubra.

“É impossível prever quem ou o que vai encontrar [a caixa], mas pode-se supor que ela não terá nenhuma utilidade a menos que seja descoberta por alguém ou algo inteligente e civilizado, com capacidade de compreender e interpretar simbolismo básico”, disse ele.

As gerações mais jovens podem se beneficiar com o projeto usando-o para encontrar soluções, uma vez que são as mais ameaçadas por catástrofes alimentadas pelas mudanças climáticas no futuro, como incêndios florestais que alteram a paisagem, secas históricas, ondas de calor escaldantes e enchentes mortais que continuam a piorar a cada ano.

“É uma maneira muito criativa de abordar o que é potencialmente o resultado mais desastroso da crise climática, essencialmente criando este ‘cofre do juízo final’ para dados [climáticos]”, Vladislav Kaim, um jovem ativista climático da Moldávia, disse à CNN.

Uma análise recente do Climate Action Tracker alertou que sob as políticas atuais – não propostas, mas sim o que os países estão realmente fazendo – o mundo está a caminho de 2,7ºC de aquecimento acima dos níveis pré-industriais. Cientistas disseram que o planeta deveria ficar abaixo de 1,5ºC para evitar as piores consequências da crise climática.

Os desenvolvedores da caixa preta dizem que ela pode responsabilizar os políticos e líderes corporativos pela maneira como lidam com as mudanças climáticas.

“Para mim, isso mostra até que ponto não há consistência no espaço climático para confiar nos políticos em qualquer coisa que eles digam”, disse Kaim. “Envia uma mensagem muito forte de que a verdadeira caixa preta aqui está nas mentes dos políticos que tiveram todas as alavancas necessárias para evitar a catástrofe, mas decidiram continuar passando a bola até que fosse tarde demais.”

Assim que a caixa preta for ativada, a biblioteca de dados climáticos ficará acessível por meio de uma plataforma online. Os visitantes também poderão se conectar sem fio ao box, que estará localizado em um local remoto entre Strahan e Queenstown, na Tasmânia.

“Estamos explorando a possibilidade de incluir um leitor eletrônico que permanece dentro da caixa e será ativado após a exposição à luz solar, também reativando a caixa se tiver entrado em um estado dormente de longo prazo como resultado da catástrofe”, disse Kneebone.

À medida que a crise climática persiste, a caixa pode fornecer um modelo para uma solução muitos anos a partir de agora.
“Como a história termina, depende totalmente de nós”, escrevem os desenvolvedores. “Só uma coisa é certa: suas ações, omissões e interações agora estão sendo registradas.”

* Matéria traduzida. Leia a original aqui.

Mais Recentes da CNN