Cientistas descobrem nova espécie de inseto em Uganda

Cigarrinha é de família rara; sua "prima" foi vista pela última vez há 50 anos

Cigarrinha tem órgão reprodutor masculino parcialmente em formato de folha
Cigarrinha tem órgão reprodutor masculino parcialmente em formato de folha Anglia Ruskin University/Divulgação

Amanda Andradecolaboração para a CNN

Ouvir notícia

Uma nova espécie de inseto, pertencente ao grupo das cigarrinhas (da família Cicadellidae, parentes próximas das cigarras), foi descoberta na Uganda pelo cientista britânico Alvin Helden, da Universidade de Anglia Ruskin.

Ele fazia trabalho de campo com estudantes no Parque Nacional da Floresta de Kibale, em Uganda, quando encontrou o animal. A descoberta da espécie, batizada por Helden como Phlogis kibalensis, foi descrita em um artigo publicado na revista científica Zootaxa.

O inseto, que tem um brilho metálico, cerca de 6,5 milímetros de comprimento (portanto, menor que as cigarras) e órgão reprodutor masculino em formato parcial de folha, pertence ao raro gênero Phlogis. A última aparição documentada de um inseto desse grupo aconteceu em 1969, na República Centro-Africana.

“Encontrar essa nova espécie é uma conquista única na vida, especialmente porque seu ‘parente’ mais próximo foi visto pela última vez em outro país, mais de 50 anos atrás”, afirma Helden em comunicado à imprensa.

Helden reforça que, além de ser raro e de aparência incomum, o espécime possui hábitos e características biológicas ainda não conhecidos pela comunidade científica.

Ainda não se sabe, por exemplo, de que plantas o Phlogis kibalensis se alimenta, nem seu papel no ecossistema local.

“Ainda há muito o que descobrir, não apenas sobre essa espécie, mas tantas outras, incluindo as que ainda não foram descobertas. É muito triste pensar que algumas espécies serão extintas antes mesmo que saibamos de sua existência”, lamenta Helden.

O pesquisador diz que pode haver espécies raras em qualquer lugar, mas que devido ao desmatamento e consequente perda de habitats naturais, é possível que nunca descubramos algumas delas.

Helden conduz trabalhos de campo com estudantes no Parque Nacional da Floresta de Kibale desde 2015. Ele documenta os insetos encontrados na floresta e está produzindo um guia fotográfico das borboletas, mariposas e besouros.

Mais Recentes da CNN