Cientistas encontram rinoceronte da Era do Gelo com órgãos intactos na Rússia

Animal viveu no interior da Sibéria há mais de 12 mil anos

Rinoceronte da Era do Gelo foi encontrado com órgãos intactos na Rússia
Rinoceronte da Era do Gelo foi encontrado com órgãos intactos na Rússia Foto: Reprodução/Reuters

Tatiana Gomozova, da Reuters

Ouvir notícia

Cientistas russos estão impressionados com os restos bem preservados de um rinoceronte lanudo que provavelmente viveu no interior da Sibéria há mais de 12.000 anos, após ter sido encontrado na região produtora de diamantes de Yakutia.

Descobertas semelhantes na vasta região siberiana da Rússia ocorreram com regularidade crescente, à medida que a mudança climática, que está esquentando o Ártico em um ritmo mais rápido do que o resto do mundo, derreteu o solo em algumas áreas há muito bloqueadas pelo gelo permanente.

Leia também:
Quatro eclipses e três superluas marcam o calendário astronômico de 2021
‘Sol artificial’ sul-coreano gera 7 vezes mais energia que núcleo solar
Arqueólogos descobrem ruínas de ‘lanchonete fast-food’ em Pompeia

O rinoceronte foi encontrado em um rio em agosto, completo com todos os seus membros. Alguns de seus órgãos, sua presa – uma raridade para tais achados – e até mesmo sua lã estão bem preservados. As informações foram comunicadas por Valery Plotnikov, cientista, pelo jornal local Yakutia 24.

Plotnikov disse que o rinoceronte lanudo pode ter vivido no final da era do Pleistoceno, que terminou há 11.700 anos. O animal parecia usar sua presa para coletar comida, a julgar pelas marcas de erosão encontradas nela, disse o cientista.

Destaques do CNN Brasil Business
Ritmo de concessão de crédito deve cair pela metade em 2021, estima Febraban
Empresa liga mais de 80 vezes para cobrar dívida e é condenada a pagar R$ 5 mil
Ações da Tesla sobem 743% em 2020; empresa vale mais que sete montadoras juntas

Mais Recentes da CNN