Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Elefante aflito após ser atropelado por trem e onça assassina estão entre poderosas imagens de prêmio de fotografia; veja galeria

    Imagens vencedoras se destacaram entre as mais de 10 mil fotos enviadas por fotógrafos de todo o mundo

    Nell Lewisda CNN

    Uma raposa do Ártico em meio a ventania, pássaros enfrentando uma tempestade de neve no Himalaia e um homem e um menino em uma sala inundada estão entre as imagens vencedoras do Prêmio de Fotografia Ambiental da Fundação Príncipe Albert II de Mônaco deste ano.

    O prêmio, em sua terceira edição, espera passar uma mensagem de conservação e mostrar a importância de preservar a natureza. “A fotografia é uma ferramenta poderosa para dar voz à vida selvagem e à biodiversidade ameaçadas”, disse o presidente do júri, Sergio Pitamitz, em um comunicado à imprensa.

    O júri, composto por sete fotógrafos profissionais, escolheu as fotos vencedoras de cada categoria de um total de 10 mil imagens, enviadas por 2.300 fotógrafos de todo o mundo.

    O principal prêmio foi para a imagem de um elefante aflito tentando se defender após ser atropelado por um trem de carga no Parque Nacional de Lopé, no Gabão, na costa oeste da África central.

    O quadril do animal ficou quebrado e, depois que ele morreu, o diretor do parque distribuiu a carne entre a comunidade local.

    A fotografia serve como um lembrete trágico das consequências do conflito homem-animal, que está aumentando devido à perda de habitat por atividades humanas, como agricultura e desenvolvimento. O fotógrafo Jasper Doest, da Holanda, acredita que a imagem “tem o poder de inspirar mudanças”.

    Pitamitz observou que este único elefante “representa toda a sua espécie nas garras de um futuro incerto”.

    “Doest foi capaz de reagir em uma fração de segundo a esse evento repentino, documentando sua história e dando voz aos elefantes da floresta na África”, acrescentou.

    Um bando de pássaros Grandala é fotografado enquanto uma tempestade de neve desce no Himalaia. A imagem ficou em primeiro lugar na categoria “Into the Forest” / Kallol Mukherjee

    Outras imagens, porém, mostram os elementos positivos da relação do ser humano com a natureza.

    Na categoria “Change Makers: Reasons for Hope”, uma foto mostra elefantes sendo erguidos por um guindaste para dentro de um caminhão e transportados do Parque Nacional Liwonde para o Parque Nacional Kasungu, no Malawi, sudeste da África.

    Embora o processo pareça peculiar, ele faz parte de uma iniciativa de conservação projetada para manter habitats saudáveis nos parques e estabelecer populações de elefantes estáveis e resilientes.

    Uma fotografia de elefantes sendo transportados entre parques nacionais no Malawi conquistou o primeiro lugar na categoria “Change Makers: Reasons for Hope” / Marcus Westberg

    Outra mostra uma encenação de caça furtiva de rinoceronte na Wildlife Forensics Academy na África do Sul, enquanto os guardas florestais estão sendo ensinados a coletar evidências forenses vitais necessárias para condenar os caçadores no tribunal.

    As imagens vencedoras estão sendo exibidas em Mônaco, na Promenade du Lavotto, antes de uma turnê internacional.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original