Google remove mídia estatal russa de recursos de notícias

Sanção inclui ferramenta de busca Google News; medida ocorre após invasão da Rússia à Ucrânia

Paresh Daveda Reuters

Ouvir notícia

O Google, da Alphabet Inc, confirmou nesta terça-feira (1) que removeu editoras russas financiadas pelo Estado, como a RT, de seus recursos relacionados a notícias, incluindo a ferramenta de busca Google News, após a invasão russa de Ucrânia e várias sanções contra a Rússia.

Kent Walker, presidente de assuntos globais do Google, disse na terça-feira em um post no blog que “nesta crise extraordinária, estamos tomando medidas extraordinárias para impedir a disseminação de desinformação e interromper campanhas de desinformação online”.

Outras gigantes digitais, como a Meta, a Netflix e o Youtube, também anunciaram medidas de sanção ao conteúdo de mídias estatais russas, após a invasão da Ucrânia.

No caso da Meta – controladora de importantes redes sociais, como Facebook e Instagram – determinou que conteúdos de contas ligada a mídia controlada pelo Estado russo serão rebaixados pelos algoritmos.

Mais Recentes da CNN