Helicóptero da Nasa voa com sucesso para novo destino em Marte

Ingenuity atingiu novo recorde de altura – 10 metros – para tirar imagens coloridas e em preto e branco de novo campo de aviação em voo que durou 108 segundos

Helicóptero da Nasa Ingenuity fez seu quinto voo com sucesso em Marte, pousando em um novo campo de aviação
Helicóptero da Nasa Ingenuity fez seu quinto voo com sucesso em Marte, pousando em um novo campo de aviação Foto: NASA - 7.mai.2021/JPL-Caltech

Ashley Strickland, da CNN

Ouvir notícia

Após quatro voos históricos, o helicóptero da Nasa Ingenuity voou com sucesso para um novo destino em Marte. O equipamento de 1,8 quilos realizou um voo somente de ida para seu novo campo de aviação na sexta-feira (7).

Como em voos anteriores, o Ingenuity decolou do Wright Brothers Field, mas dessa vez ele não voltou para lá. A nave subiu 5 metros no ar e se deslocou 129 metros para o sul – refazendo o caminho de seu quarto voo enquanto procurava o próximo local.

O helicóptero também atingiu um novo recorde de altura de 10 metros para tirar imagens coloridas e em preto e branco deste novo campo de aviação. Após registrar um voo de 108 segundos, o Ingenuity pousou em sua nova casa.

“O quinto voo do Mars Helicopter é outra grande conquista para a agência”, disse Bob Pearce, administrador da Diretoria de Missão de Pesquisa Aeronáutica da Nasa, em um comunicado. 

“O sucesso contínuo da Ingenuity prova o valor de reunir os pontos fortes de diversos conjuntos de habilidades de toda a agência para criar o futuro, como pilotar uma aeronave em outro planeta!”

O voo começou às 16h33 (horário de Brasília) e os dados foram enviados de volta para a sala de controle onde a missão é gerenciada no Laboratório de Propulsão a Jato (JPL) da Nasa em Pasadena, na Califórnia, por volta das 20h31 (horário de Brasília).

“Damos adeus à nossa primeira casa marciana, Wright Brothers Field, com agradecimento pelo apoio prestado aos históricos primeiros voos de um helicóptero planetário”, disse Bob Balaram, engenheiro-chefe da Ingenuity Mars Helicopter no JPL.

“Não importa para onde vamos a partir daqui, sempre levaremos conosco um lembrete do quanto aqueles dois fabricantes de bicicletas de Dayton significaram para nós durante nossa busca pelo primeiro voo em outro mundo.”

O rover Perseverance, que tem capturado vídeos e imagens dos voos do helicóptero, também compartilhou o áudio coletado do quarto voo do Ingenuity usando seus microfones.

Esta é a primeira vez que uma espaçonave em outro planeta registra os sons de outro equipamento. O Perseverance foi capaz de captar o zumbido sutil do helicóptero enquanto estava estacionado a 80 metros de distância.

Ao longo de suas excursões aéreas, a Ingenuity demonstrou que o voo motorizado e controlado é possível em outro planeta. O helicóptero em Marte também superou todos os desafios para voar mais rápido, por mais tempo e mais longe que o voo anterior.

“Os Wrights também fizeram isso”, escreveu Josh Ravich, chefe de engenharia mecânica da Ingenuity Mars Helicopter no JPL, em uma atualização sobre o helicóptero. “Eles não desistiram depois de um voo bem-sucedido com o Flyer I, ou mesmo os outros três voos que fizeram naquele dia histórico de dezembro de 1903.”

Os irmãos Wright voaram mais alto e mais longe usando versões atualizadas do Flyer em 1904 e 1905 e transportaram seu primeiro passageiro em 1908.

“Em certo sentido, ao longo de três semanas e quatro voos, a equipe da Ingenuity passou dos irmãos Wright de 1903 para os irmãos Wright de 1908, mas em semanas, em vez de anos”, escreveu Ravich.

A Ingenuity está se mantendo bem em Marte, e seu sistema de energia está fornecendo o suficiente para manter o helicóptero aquecido durante as noites geladas de Marte e voar durante o dia.

“Nosso helicóptero é ainda mais robusto do que esperávamos”, escreveu Ravich.

A engenhosidade não está apenas fazendo história, mas traz consigo um pouco de história. Um pedaço de tecido do tamanho de um selo postal que cobria uma das asas do Flyer 1 dos irmãos Wright está preso a um cabo sob o painel solar do helicóptero. Ravich e o engenheiro de teste e colega de equipe Chris Lefler anexaram o material ao Ingenuity enquanto ele estava sendo construído na Terra.

“Os Wrights mostraram o que poderia ser realizado com uma combinação de trabalho em equipe, criatividade e tenacidade – e um pouco de engenhosidade e perseverança”, escreveu Ravich, fazendo uma referência aos nomes dos dois equipamentos em inglês (ingenuity e perseverance).

“No dia do voo, quando olho ao redor da sala e online em nossa equipe, vejo muito do mesmo tipo de visão e tenacidade / espírito que fez dos irmãos Wright quem eles eram. Juntos, continuamos nossos momentos de irmãos Wright em Marte.”

(Texto traduzido; leia o original em inglês)

Mais Recentes da CNN