Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Inteligência artificial inspira palavra do ano do dicionário de Cambridge

    Confira a palavra escolhida para 2023 e o que motivou a seleção feita pelo dicionário mais famoso do mundo

    Ilustração do chatbot de inteligência artificial ChatGPT
    Ilustração do chatbot de inteligência artificial ChatGPT 9/2/2023 REUTERS/Florence Lo/Arquivo

    Da CNN*

    O dicionário de Cambridge anunciou nesta quarta-feira (15) a palavra do ano escolhida para 2023. Com o ChatGPT e outras ferramentas de inteligência artificial (IA) se popularizando, a escolha do dicionário é relacionada ao tema insurgente: “alucinar“, do inglês “hallucinate“.

    O tema foi determinado pois, segundo os organizadores do dicionário, a inteligência artificial continua a ser um tema constante de discussão. “A explosão do uso de ferramentas que criam coisas com IA é um fenômeno”, explica a postagem que divulgou a nova palavra do ano.

    “O aumento de interesse neste ano foi gerado por uma abundância de ferramentas lançadas para o público, como o CHatGPT, Bard, DALL-E e BingAI, todas dependentes de grandes modelos de linguagens (representações matemáticas complexas de linguagem baseadas em grandes quantidades de dados e que permitem que os computadores produzam uma linguagem que é similar ao que um humano diria”, explicam os organizadores.

    “Com essa nova tecnologia, vem uma nova linguagem”, explicam. Ao longo de 2023, o dicionário de Cambridge adicionou novas definições relacionadas à IA, como LLM “large language model” (LLM, ou “modelo de linguagem grande”, em tradução livre), IA generativa e GPT. “Muitas palavras já existentes, como ‘alucinar’, receberam significados adicionais relacionados à inteligência artificial nesse ano”, explicam.

    Portanto, não é porque as ferramentas vão te fazer “alucinar”. De acordo com os organizadores do dicionário, “em 2023, ficou claro que essa nova tecnologia disponível está longe de ser perfeita assim como é capaz de produzir informações falsas – ‘alucinações’ – e apresentá-las como fatos”.

    Por fim, a equipe do Dicionário de Cambridge informou que escolheu “alucinar” pois reconhece que o novo significado atinge o cerne do motivo que faz as pessoas falarem sobre inteligência artificial. “A IA generativa é uma ferramenta poderosa, mas ainda estamos todos aprendendo em como interagir com ela de maneira segura e eficaz, o que significa estar consciente tanto dos seus pontos fortes quanto de seus pontos fracos”, finaliza.

     

    *Publicado por Giovanna Bronze