Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Nasa nega “situação de emergência” na estação espacial após vazamento de áudio

    Áudio foi redirecionado por engano de uma simulação para o canal oficial da Nasa

    Flávio Ismerimda CNN São Paulo

    A Nasa (agência espacial dos Estados Unidos) negou, na noite de quarta-feira (12), que tenha havido qualquer emergência médica na Estação Espacial Internacional após o vazamento de um áudio que indicava o contrário.

    O material que viralizou na internet durante a quarta-feira mostrava uma conversava entre os astronautas e funcionários da agência espacial na Terra e indicava que o comandante do grupo que estava no espaço apresentava um quadro de doença descompressiva.

    “Se pudermos colocar o comandante de volta em sua roupa, fechá-la para tratamento hiperbárico. Antes de fechar, feche a viseira e pressurize a roupa”, disse a voz antes de pedir que a equipe checasse o pulso do astronauta.

    Em um comunicado publicado na conta do X, antigo Twitter, usada pela Nasa para dar atualizações sobre a Estação Especial Internacional, a agência espacial explicou que o áudio capturado era, na verdade, de um treinamento e foi desviado por engano para a transmissão oficial.

    “Este áudio foi inadvertidamente redirecionado de uma simulação em andamento onde membros da tripulação e equipes terrestres treinam para vários cenários no espaço e não está relacionado a uma emergência real. Os membros da tripulação da Estação Espacial Internacional estavam no período de sono naquele momento. Todos permanecem saudáveis e seguros”, diz o texto.

    Leia abaixo o comunicado na íntegra:

    Veja também: Espaçonave Starliner, da Boeing, faz primeiro lançamento tripulado

    Nasa pode construir ferrovia na Lua até 2030; entenda