Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Quando e onde vai ser o próximo eclipse solar total?

    Só será possível visualizar o evento em sua totalidade novamente no ano de 2026; entenda

    Giovana Christda CNN

    O próximo eclipse solar total acontecerá no dia 12 de agosto de 2026 e não será visível no Brasil. Sua rota de totalidade passará pelo norte da Espanha, por Portugal, pela Islândia, pela Groelândia e pela Rússia.

    A previsão é que a fase total dure 2 minutos e 18 segundos, enquanto o de 2024 se estendeu por 4 minutos e 28 segundos em alguns lugares. No território brasileiro, o próximo será apenas no ano de 2045.

    Veja os territórios que visualizarão o eclipse total

    Mapa mostra áreas na Espanha e em Portugal de onde será possível observar um eclipse solar total em 2026 (faixa escura)
    Mapa mostra áreas na Espanha e em Portugal de onde será possível observar um eclipse solar total em 2026 (faixa escura) / OpenStreetMap/ adaptado por Xavier M. Jubier via The Sky Live
    Mapa mostra áreas na Islândia e Groelândia de onde será possível observar um eclipse solar total em 2026 (faixa escura)
    Mapa mostra áreas na Islândia e Groelândia de onde será possível observar um eclipse solar total em 2026 (faixa escura) / OpenStreetMap/ adaptado por Xavier M. Jubier via The Sky Live
    Mapa mostra áreas na Rússia de onde será possível observar um eclipse solar total em 2026 (faixa escura)
    Mapa mostra áreas na Rússia de onde será possível observar um eclipse solar total em 2026 (faixa escura) / OpenStreetMap/ adaptado por Xavier M. Jubier via The Sky Live

    O que é um eclipse solar total?

    Um eclipse solar total é visível quando a Lua passa entre o Sol e a Terra bloqueando completamente a face visível do Sol. Para os observadores na Terra que estão localizados no centro da sombra da Lua, a coroa solar fica visível – essa parte mais externa do Sol não pode ser vista normalmente devido ao intenso brilho da estrela.

    O Sol é cerca de 400 vezes maior do que a Lua, mas está aproximadamente 400 vezes mais distante da Terra do que o satélite natural. Assim, essa coincidência cria o efeito no qual a Lua consegue encobrir completamente a face visível do Sol para um observador terrestre na área do eclipse total.

    Assista: Milhares de pessoas observam raro eclipse solar total