Seis anos após última atualização, Microsoft lança Windows 11 nesta terça (5)

Embora a mudança não seja substancial como do Windows 8 para o Windows 10, a nova versão apresenta alterações com design notável

Nova interface do Windows
Nova interface do Windows Windows

Samantha Murphy Kellydo CNN Business

Ouvir notícia

A Microsoft está lançando sua primeira grande atualização do Windows em seis anos nesta terça-feira (5). Mas nem todos os usuários serão capazes de obtê-la imediatamente.

A partir de hoje, o Windows 11 estará disponível para download gratuito para usuários existentes do Windows, dependendo do hardware e da idade de seu dispositivo de PC.

A Microsoft disse que sua abordagem em “fases e medidas” para a introdução do novo sistema operacional começará com PCs com Windows 10 ou pré-carregados com o Windows. Os usuários serão notificados quando estiverem qualificados para a atualização a partir de agora até meados de 2022.

Embora a atualização não seja exatamente a mudança substancial do Windows 8 para o Windows 10 feita em 2015, o Windows 11 apresenta um conjunto de mudanças com design notável, incluindo uma nova interface que se destina a trazer “uma sensação de calma e facilidade”.

Um novo menu “Iniciar” mostra os arquivos abertos recentemente, independentemente do dispositivo usado. E um novo feed de widgets personalizado, movido por inteligência artificial, promete fornecer uma maneira mais rápida de acessar os aplicativos.

Outras atualizações são voltadas para fornecer mais flexibilidade, como mais ferramentas multitarefa, suporte para aplicativos Android em sua nova loja de aplicativos e uma integração com o Microsoft Teams, app para bate-papo e videoconferência.

Interface Games Windows 11
Interface para games no Windows 11 / Windows

Ao contrário da Apple, que apresenta um novo sistema operacional para seus computadores Mac a cada ano, a Microsoft adota uma abordagem escalonada.

Geoff Blaber, CEO da empresa de pesquisa de mercado CCS Insight, disse que a atualização mais recente não será “revolucionária”, mas acredita que fará o suficiente para agradar a enorme base de usuários. O Windows 10 é executado em cerca de 1,3 bilhão de dispositivos em todo o mundo, de acordo com a Microsoft.

“O Windows 11 é uma versão iterativa que aponta onde o Windows precisa de mais ambição, em vez de apresentar as mudanças radicais vistas com seu antecessor”, disse ele. “A Microsoft está fazendo ajustes nas áreas que têm potencial para mudar a experiência do usuário, envolvimento e o alcance cada vez maior dos aplicativos do Office 365”.

Isso também pode aumentar as vendas de hardware à medida que se aproxima o fim do suporte ao Windows 10 em 2025.

Em um evento de mídia transmitido no mês passado, a Microsoft também exibiu atualizações em sua linha Surface que virá com o Windows 11. O principal anúncio foi um Surface Laptop Studio de US $ 1.599 (o equivalente a cerca de R$ 8.700) que pode mudar do modo laptop para uma posição melhor para streaming de programas de TV e outro para desenhar ou esboçar. O dispositivo, que levou quase cinco anos para ser desenvolvido, foi projetado especificamente junto com o desenvolvimento do Windows 11.

(Texto traduzido; leia o original em inglês)

Tópicos

Mais Recentes da CNN