Telescópio Hubble captura imagem do coração de grande galáxia espiral

Chamada NGC 3631, a galáxia está localizada a cerca de 53 milhões de anos-luz da Terra

O Telescópio Espacial Hubble capturou uma espetacular versão frontal da grande galáxia espiral NGC 3631
O Telescópio Espacial Hubble capturou uma espetacular versão frontal da grande galáxia espiral NGC 3631 Nasa

Ashley Stricklandda CNN

Ouvir notícia

O Telescópio Espacial Hubble olhou diretamente para o coração de uma galáxia impressionante.

O observatório capturou uma visão frontal da grande galáxia espiral, chamada NGC 3631, localizada a cerca de 53 milhões de anos-luz da Terra. O sistema celeste pode ser encontrado na direção da constelação da Ursa Maior.

Essas galáxias distintas têm braços que parecem envolver a estrutura da galáxia, bem como o coração da galáxia.

Os braços da NGC 3631 estão cheios de regiões brilhantes onde as estrelas estão nascendo, bem como áreas escuras e empoeiradas.

Estrelas se formam dentro dos braços espirais devido a um engarrafamento de material. O material em movimento mais lento dentro da galáxia pode parar, trazendo o gás e a poeira necessários para formar estrelas dentro da parte interna dos braços espirais.

À medida que esse acúmulo de matéria se torna mais denso, ele sofre um colapso gravitacional, levando ao nascimento de novas estrelas.

A formação de estrelas pode ser vista em azul-branco brilhante na nova imagem do Hubble. Outros tons de azul representam a luz visível e o laranja mostra a luz infravermelha, que de outra forma é invisível ao olho humano.

Esta imagem foi criada usando dados da Wide Field Camera 3 do Hubble e da Advanced Camera for Surveys.

As galáxias espirais são incrivelmente comuns em todo o universo, enquanto as espirais de grande design são mais raras. Destacam-se pelos seus braços espirais muito bem definidos.

 

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN