Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Vendas da Tesla na China disparam em junho, diz associação

    Dado representa um aumento de 142% em relação a maio

    Fábrica de Xangai foi gravemente afetada no segundo trimestre por um lockdown
    Fábrica de Xangai foi gravemente afetada no segundo trimestre por um lockdown 22/03/2022Patrick Pleul/Pool via REUTERS

    Brenda Gohda Reuters

    da Reuters

    Ouvir notícia

    A fabricante de veículos elétricos dos Estados Unidos Tesla vendeu cerca de 78 mil veículos fabricados na China em junho, mostraram estimativas preliminares publicadas pela Associação de Carros de Passageiros da China (CPCA) nesta quarta-feira (6).

    O dado representa um aumento de 142% em relação a maio, quando a Tesla vendeu 32.165 carros fabricados na China. Sobre o mesmo mês do ano passado, o aumento foi de 135%.

    A fábrica da Tesla em Xangai, o centro econômico da China, foi gravemente afetada no segundo trimestre por um lockdown que forçou a instalação a interromper produção por 22 dias a partir do final de março.

    A unidade, que produz os modelos Model 3 e Model Y, reabriu em 19 de abril e retomou exportações em 11 de maio, enfrentando dificuldades para recuperar a produção aos níveis pré-bloqueio.

    Os problemas na China foram considerados como um fator que levou a Tesla a ter queda trimestral de 18% nas vendas do segundo trimestre, encerrando uma série de quase dois anos de vendas trimestrais recordes.

    No mês passado, a Reuters citou um memorando interno da Tesla que mostrava que a companhia planejava montar mais de 71 mil veículos na fábrica de Xangai em junho.

    A CPCA estima que 1,926 milhão de carros foram vendidos na China em junho, um aumento de 22% em relação ao ano anterior apoiado por medidas de incentivo de autoridades locais.

    Os veículos elétricos, em particular, tiveram fortes vendas no período na China. A associação disse que as vendas da categoria no mês passado somaram 546 mil veículos, um aumento de 130% em relação ao ano anterior, liderado pela montadora chinesa BYD, que a CPCA estimou ter vendido 134 mil veículos durante o mês.

    Tópicos

    Mais Recentes da CNN