Chef Patricia Helú inaugura casa vegetariana, em São Paulo, com receitas originais e surpreendentes

Numa rua estreita e embaixo de um prédio residencial está o Caracolla, um misto de café e restaurante que surpreende por suas receitas saborosas, sem insumo animal e nutritivas

Ambiente do novo restaurante vegetariano Caracolla, na Vila Nova Conceição
Ambiente do novo restaurante vegetariano Caracolla, na Vila Nova Conceição Tina Bini

Tina Binido Viagem & Gastronomia São Paulo

A casa é vegetariana, mas independente se você é carnívoro ou não, visitar o Caracolla é se permitir ter uma experiência fora do óbvio, com execução primorosa de pratos onde uma simples cenoura virá uma verdadeira iguaria, um brigadeiro sem leite condensado conquista até paladares viciados em açúcar e a água de coco natural é servida no próprio coco, o que para os paulistanos é motivo de abrir um sorriso.

Patricia Helú e Thaina Andrade que estão à frente do Caracolla / Lais Acsa

Quem encabeça a novidade é a chef Patricia Helú, autora do livro Divina Alquimia, há quase 15 anos dedica-se a uma intensa pesquisa sobre comida saudável, sustentável, natural e vegetariana. Ao seu lado está Thainá Andrade, sócia e chef que comanda a cozinha no dia-a-dia do Caracolla, já trabalhou em diversas cozinhas profissionais (entre elas D.O.M., Dalva e Dito, Riviera e Casa Raw), especializando-se em gestão e gerenciamento de restaurantes. Entusiasta de receitas leves, saudáveis e que explorem todo o potencial de ingredientes vegetais, ela comenta “Encontrei sentido na gastronomia ao entender que ela pode oferecer muito mais do que apenas um prato gostoso”.

O espaço é um verdadeiro convite para achar calma no meio da agitada São Paulo. O ambiente é iluminado e com decoração que nos leva para alguma praia bem longe do caos, com plantas e muitos elementos em palha. No menu, itens como o Pão de queijo (R$10,80), feito com polvilho mineiro, queijo da Canastra e crosta de parmesão, o Pão de queijo vegano (R$10,80), que leva parmesão vegano, e a Chipa de queijo de cabra (R$11,80). Outras opções são o Egg Sandwich (R$32,80), sanduíche feito no pão brioche artesanal com ovos orgânicos e maionese da casa, e a Torta mediterrânea (R$52,80), de queijo feta, abóbora e rúcula, servida com mix de folhas. 

Egg sandwich: pode ser feito com pão de amêndoas ou com o tradicional brioche. Para rechear, ovos orgânicos mexidos e maionese da casa / Reprodução Instagram Caracolla

Para beber há lattes (todos preparados com leite vegetal A Tal da Castanha), a exemplo do Matchá Latte (R$16,80), feito com matchá, mel e leite vegetal, e do Chai Latte (R$16,80), que leva especiarias, açúcar de coco, leite vegetal. Há Café coado (R$7,80) e Expresso (R$7,80), além de chás da marca Talchá, em versões como Cacau & amêndoa (R$12,80), Gengibre, hortelã, limão (R$12,80) e Matchá(R$16,80).

O cardápio de lanches rápidos e cafés é servido aos finais de semana, quando a casa funciona sem interrupção. Vale pedir para acompanhar o brunch ou lanche do final da tarde o Bolo de fubá (R$16,80) que pode ser servido com Goiabada cremosa (R$5,80), e o Bolo de chocolate (R$16,80), receita vegana bem fofa e molhada, que combina bem com o Brigadeiro de castanhas (R$5,80) ou Doce deleite Caracolla (R$5,80), este feito com castanha de caju, açúcar de coco, baunilha e uma pitada de sal. A Appeltaart (R$32,80) é uma receita inspirada na famosa torta de maça holandesa.

Para o almoço e jantar, servidos das 12h às 16h e das 19h às 22h30, os vegetais são protagonistas sem cair na mesmice.

Quibe vegetariano na coalhada / Tina Bini

Por exemplo, o Tartar Caracolla (R$52,80) é imperdível, levíssimo e cheio de sabor e textura, é feito com cenoura defumada, mostarda em grãos, ervas frescas e um toque picante e vem acompanhado de fatias de pão de fermentação natural e saladinha. Ideal para compartilhar, o Boursin & Pomodoro (R$52,80) consiste em um pedaço generoso de queijo boursin assado sobre molho de tomates frescos com manjericão ─ vem à mesa acompanhado de fatias de pão de fermentação natural ou a Casquinha de siri fingido (R$ 32) com vegetais e um toque de leite de coco e pimenta é novamente um convite para fechar os olhos e viajar para beira-mar.

Como principal o Quibe na coalhada (R$56,80), inspirado na receita de família da chef que tem raízes libanesas, é feito com quinoa, abóbora e muito bem temperado ─ recheado com cebolas caramelizadas e servido sobre coalhada de castanhas. O Nhoque de raízes (R$62,80) é um prato vegano surpreendente: sem farinha, é feito com raízes assadas, recheado com ricota da casa, grelhado na manteiga de macadâmia e montado sobre uma leve camada de molho branco. Para finalizar, o cliente pode escolher entre queijo grana padano ou parmesão vegano.

Nhoque de raízes / Tina Bini

Ainda entre os pratos, há o “Risotto” ao pomodoro e basílico (R$62,80) que, apesar do nome, não leva arroz no preparo. Levíssimo, é feito com couve-flor bem picada, molho de tomate artesanal, pesto e chévre da casa ─ pinoli e rúcula selvagem são usados para finalizar – e Legumes ao curry amarelo bem picante com leite de coco e tofu (R$ 52,80).

Entre as sobremesas, não deixe de pedir a Torta Caracolla com chocolate, doce de leite da casa feito com castanha de caju e flor de sal (R$ 36,80).

Torta de chocolate vegetariana / Tina Bini

Para brindar a vida, além de uma seleção de cinco vinhos em taça, mantidos em um wine dispenser no salão, há uma carta de drinques assinada pelo renomado bartender Fabio La Pietra. Além de coquetéis clássicos, a carta tem receitas autorais como o Caracolla punch (R$44,80), de leve teor alcoólico, bem cítrico e perfumado com especiarias, ele combina vodka, Lillet, goiaba e cítricos. O Bitter giuseppe (R$42,80) é preparado com Cynar, vermute tinto, limão-siciliano e orange bitter, o Penicillin (R$42,80) na releitura da casa, mescla scotch whisky, mel brasileiro, gengibre, cítricos e single malt defumado e a versão do Clericot (R$38), servido em taça, leva vinho branco, blueberry, maçã verde, laranja e cordial.

Caracolla: Rua Dina, 76, Vila Nova Conceição – São Paulo – SP / Tel.: (11) 97545-0876 / Horário de funcionamento: terça-feira a sexta-feira, das 12h às 16h e das 19h às 22h30; sábado, das 8h às 22h30; e domingo, das 8h às 17h. Não abre às segundas-feiras.