Clos Bar à Vin é uma preciosidade no meio da Vila Madalena, em São Paulo

São 140 opções de vinhos em taça, gastronomia com sotaque francês, assinada pela chef Elisa Fernandes, e ambiente pequenino e cheio de charme - destino certeiro para algumas horas de bom papo ao redor da mesa

Clos Bar à Vin oferece vinhos em taças e gastronomia de bistrô francês
Clos Bar à Vin oferece vinhos em taças e gastronomia de bistrô francês Divulgação

Tina Binido Viagem & Gastronomia

São Paulo

Numa casinha à moda antiga com fachada branca, mesinhas de madeira e apenas uma pequena e discreta placa com o desenho de uma garrafa de vinho, está uma daquelas preciosidades que São Paulo oferece.

Clos Bar à Vin, comandado pela dupla Elisa Fernandes e Guilherme Mendes, alia curadoria refinada de vinhos a uma gastronomia com sotaque francês descomplicada.

Como todo bar de vinhos, obviamente, o foco são os rótulos, mas é impossível sair de lá sem ficar encantada também pelos seus pratos.

Logo ao entrar um bar recepciona os comensais e deixa claro que ali nada de drinques e mixologia, os donos do pedaço são os vinhos.

Subindo a escada, escolha uma das poucas mesas e sente-se virado para a cozinha aberta ao público ou para o janelão com vista para a copa das árvores da rua Girassol. Em ambos os casos, garantimos: estará bem acolhido.

Bar de vinhos dá às boas-vindas aos comensais do Clos / Tina Bini

O menu é enxuto, daqueles pensados para beliscar, compartilhar e curtir cada garfada com uma boa companhia e, claro, uma bela taça nas mãos.

Entre a pequena seleção de queijos artesanais com mel e pão (R$ 56) de couvert, vale pedir também as ostras com molho ponzu (R$ 36 – dupla); o gravilax, peixe curado com tomate confitado e salsa de tomate fermentado finalizado com salicórnia, também conhecida como “aspargo-do-mar”; a pipoca de arroz selvagem (R$ 59); e o paratha, um pão chato indiano que acompanha cebolas tostadas, queijo boursin e azeite defumado (R$ 68).

Mexilhões com fritas do Clos Bar à Vin / Divulgação

Já como pratos principais, vale pedir os mexilhões com molho impecável e fritas (R$ 76); o robalo grelhado ao molho bercy e legumes salteados (R$ 78); e a couve-flor grelhada e quase caramelizada com pesto de agrião (R$ 62).

Importante salientar que as sobremesas são imperdíveis. Guarde espaço no estômago para o bolo de café com tâmaras, toffee de café e chantilly salgado (R$ 36) e a tartelete de pistache com framboesas frescas (R$ 38), e finalize a refeição com chave de ouro.

Bolo de café com tâmaras, Toffee de café e chantilly salgado e a Tartelete de pistache com framboesas / Tina Bini

Sobre as grandes estrelas da casa, os vinhos, são aproximadamente 140 rótulos escolhidos a dedo pela Vinho Mix, importadora de vinhos naturais, biodinâmicos ou orgânicos.

Deixe o sommelier Gustavo indicar qual harmoniza melhor com o prato escolhido e aproveite para conhecer rótulos diferentes, uma vez que todos podem ser pedidos em taças (há também opção de garrafas).

Um ambiente petit e perfeito para um encontro intimista sem hora para acabar.

São 140 rótulos escolhidos pela Vinho Mix, importadora de vinhos naturais, biodinamicos ou orgânicos / Tina Bini

Clos Bar à Vin: Rua Girassol 310, Vila Madalena – São Paulo – SP / Horário de funcionamento: terça a quinta, das 19h às 23h30; sexta e sábado, das 13h às 17h e das 19h às 23h; e domingos, das 13h às 18h.