De publicitário premiado para a gastronomia: chef Gustavo Pereira tem sua história contada em livro

Em "Sabores Compartilhados", de Ricardo Viveiros, leitores vão entender como o chef tem duas histórias de vida bem sucedida

"Sabores Compartilhados", biografia do chef Gustavo Pereira
"Sabores Compartilhados", biografia do chef Gustavo Pereira Divulgação

Carolina Fariasdo Viagem & Gastronomia São Paulo

Para compartilhar suas histórias e os sabores que criou e descobriu, o chef Gustavo Pereira deixou a carreira bem sucedida na publicidade para se dedicar à culinária. Assim como mergulhou na primeira profissão por 20 anos, o que lhe rendeu dois prêmios em Cannes, o mineiro de 43 anos foi estudar na escola de gastronomia contemporânea, a Ferrandi, em Paris, uma das principais escolas de formação em culinária da França, e conseguiu concretizar um sonho e criar seu buffet Partager, que em francês significa compartilhar.

Essas duas tragetórias do chef podem ser conhecidas em detalhes em “Sabores Compartilhados – A incrível história de Gustavo Pereira”, da editora Reflexão, escrito pelo jornalista e escritor Ricardo Viveiros. A publicação foi lançada na quinta-feira (17) em São Paulo e está disponível também na internet.

“O Ricardo me procurou depois de conhecer minha história e ficar encantado. Ele quis escrever porque as pessoas estão procurando se reconectar consigo mesmas, com propósitos. Eu estudei, voltei, abri um buffet no meio da pandemia. A história só foi ficando melhor e ele quis mostrar para os leitores que o sucesso não é simples ou fácil”, contou Gustavo em entrevista para à CNN Viagem&Gastronomia.

Ao contrário de histórias de outros profissionais que mudaram de ocupação, o chef contou que o que também despertou a ideia de o jornalista escrever sobre sua trajetória foi o fato de sua primeira carreira estar no auge quando ele decidiu mudar.

“Não tem só uma escolha na vida. A vitória pode vir em duas ou mais coisas. Quando [as pessoas] mudam a história é sempre por um fator ruim. Depressão, infarto, acidente… Mas às vezes não é isso. É só um propósito: ‘sou bem sucedido e posso contar outra história'”, disse o chef.

O Partager começou com foco na realização de eventos corporativos e sociais – com menus degustação na casa dos interessados. Gustavo apresentava os pratos e compartilhava as histórias das iguarias servidas na ocasião. A publicidade pode ter ficado para traz, mas o storytelling do lado publicitário do chef ainda parece ativo.

“Nos eventos eu brinco com a gastronomia, compartilho a história do prato. Aí veio a pandemia e eu fiquei sem poder contar as histórias. Então criei produtos, envio para as pessoas e ainda conto as histórias”, explicou Gustavo.

Do buffet para levar em eventos sua gastronomia, Gustavo abriu uma loja nos Jardins em 2021 onde vende o que ele chama de gastronomia afetiva: bolos, brigadeiros, pães de mel, tortas, pudim e salgados. Desde outubro, a Partager também é a responsável pelo brunch do Mosteiro de São Bento com antepastos, saladas, massas, carnes e sobremesas.

“Crescemos a cada dia. O livro conta isso, até o capítulo atual. Agora o restante da história talvez dê outro livro”, brinca o chef, que sonha em levar sua Partager para muitos lugares no Brasil.

“Quero levar a marca para lugares que não imagino, o Brasil todo. Lojas para vender experiências, os vendedores contam a história do produto, fazem harmonizações. Quero uma marca de experiência gastronômica e inspirar pessoas para que cada vez tenham mais acesso à boa gastronomia”.

Serviço:

“Sabores Compartilhados – A incrível história de Gustavo Pereira” está a venda na Livraria da Vila, Martins Fontes, Livraria Drummond, Argumento, Livraria Galileu, Amazon, Submarino, Magazine Luiza, Mercado Livre, Americanas e no site da editora.