Pinati oferece uma viagem aos sabores de Israel num sobrado de Higienópolis, em SP

Endereço traz belíssimas versões da comida de rua israelense em ambiente descontraído

O hommus é um grande protagonista do menu, com uma seção só para ele
O hommus é um grande protagonista do menu, com uma seção só para ele Divulgação

Tina Binido Viagem & Gastronomia São Paulo, SP

Para quem gosta de um bom kebab, falafel e hommus, provavelmente, o nome Pinati já é conhecido. A casa está aberta há quase 12 anos, mas no final de 2022 mudou de endereço e ganhou mais visibilidade no sobrado entre as ruas Armando Penteado e Alagoas, em Higienópolis.

Pinati, que em hebraico significa “minha esquina”, é comandada por Alon Berlovich, que tinha apenas 20 anos quando fundou o restaurante ao lado dos seus pais, Ben-Zion e Berta, e assumiu as panelas do restaurante especializado em comida de rua israelense 100% kosher, ou seja, os preparos da cozinha contam com a supervisão de um rabino.

A casa de dois andares é dividida em três ambientes (varanda, térreo e mezanino), tem uma pegada moderninha e serviço descomplicado; daqueles lugares sem frescuras e que o protagonista, de fato, é a comida que explode sabores.

Pinati oferece comidas típicas de rua israelense / Nani Rodrigues e Marcos Londero

O menu é extenso, começando pelos famosos sanduíches que quem já foi para Jerusalém ou Tel Aviv, provavelmente, não resistiu e parou em algum carrinho de rua para se deliciar com os lanches fartos ofertados. Por aqui, eles seguem a mesma linha, com recheio que transborda, para comer com as mãos e sem medo de se lambuzar.

Entre as opções tem o Falafel no pão pita (R$ 42) ou no pão lafa (R$ 46), os tradicionais bolinhos de grão- de-bico chegam acompanhados de tomates e pepinos em cubos, hommus, molho tehine, repolho e picles de pepino; o Schnitzel (R$ 52) com filé de frango empanado com gergelim, tomates e pepinos em cubos, hommus, molho tahine, repolho, picles de pepino e servido no pão pita ou lafa; e o Kebab (R$ 55) que chega com dois espetinhos de kafta de carne moída, tomates e pepinos em cubos, hommus, molho tehine, repolho e picles de pepino servido no pão lafa.

Sanduíche Vursht feito com salame bovino tradicional judaico, molho mostarda, picles de pepino, batata palha da casa chimichurri e cebola caramelizada / Tina Bini

Os sandubas também ganharam uma seção só de criações da casa, como o Burger de falafel com cebola caramelizada, batata palha da casa e maionese Pinati servido no pão pita (R$ 42); o Pastrami com cebola caramelizada, molho de mostarda e picles de pepino servido no pão pita (R$ 60); o Vursht que chega com salame bovino tradicional judaico, molho de mostarda, picles de pepino, batata palha da casa, chimichurri e cebola caramelizada servido no pão pita (R$ 55); e o enorme Mishmash que junta shawarma de frango e carne, schnitzel, salame bovino, ovo frito, batata palha e maionese Pinati servido no pão lafta (R$ 68).

Falovo, um bolovo de falafel / Divulgação

Quem não quer sanduíche também tem ótimas opções, como o imperdível Falovo (R$ 21) um bolovo de falafel servido com molho tahine; a Sabich Salad (R$ 55) com berinjela, ovo cozido, tomates e pepinos em cubos e picles de pepino com molho à base de manga, curry, especiarias e tahine; além das pastas como o Matbucha (R$ 28) que é levemente picante à base de tomate, pimentão vermelho e alho ou pratos como o Shawarma de carne (R$ 68) servido com hommus, tehine, saladinha de tomate e pepino, repolho e picles de pepino ou servido com batatas fritas.

Hommus é à base de cinco pratos especiais da casa, como esse da foto com pastrami  / Tina Bini

O Hommus é o protagonista de cinco pratos da casa, como o Bassar (R$ 55) com carne moída temperada, grão-de-bico crocante, ovo mole, matbucha, azeite e páprica; o Hatzil (R$ 55) com berinjela grelhada, molho amba (à base de manga, curry e especiarias), grão-de-bico crocante, azeite e páprica; e o Shawarma (R$ 55) com coxa e sobrecoxa temperada com cebola na chapa, grão-de-bico crocante, ovo mole, matbucha, azeite e páprica. Todos acompanham um pão pita ou lafa.

A Pinati é um belo presente para a comunidade judaica e ao público paulistano em geral, que tem ali um ótimo exemplo do gostinho da comida cotidiana de Israel.

Pinati: Rua Armando Penteado, 56, Higienópolis / Tel.: (11) 3668-5424 / Horário de funcionamento: segunda a quinta, das 12h às 16h e das 18h às 22h; sexta, das 12h às 15h; e domingo, das 12h às 22h. Não abre aos sábados.