Taste SP: festival traz pratos de prestigiadas casas paulistas com valores entre R$ 20 e R$ 45

Evento traz a oportunidade de degustar em um único local pratos de casas como Barú Marisqueria, Fasano, Mocotó, Nelita, Trattorita Evvai,  Metzi, entre outros renomados nomes 

Taste Festival acontece em São Paulo em novo lugar, no Parque Villa-Lobos
Taste Festival acontece em São Paulo em novo lugar, no Parque Villa-Lobos PH_ACIDO

CNN Viagem & Gastronomiado Viagem & Gastronomia São Paulo, SP

Nos próximos dias 18, 19, 20 e 25, 26 e 27 de agosto (sextas-feiras aos domingos) o Parque Villa-Lobos será palco da 7ª edição do Taste São Paulo Festival e espera receber 50 mil pessoas.

Com curadoria do consultor gastronômico Luiz Américo Camargo, desde a primeira edição, o Taste SP 2023 terá espaço ampliado – mais de 50 mil m², quase o triplo da edição anterior, com área kids, 31 estabelecimentos, novos espaços de conhecimento com aulas e atividades para toda a família; além de shows musicais, degustação e empório com expositores.

A proposta do Taste é unir clássicos a novidades; cozinha brasileira a cozinhas internacionais; casas que vão do fine dining a conceitos mais despojados – e sempre nomes relevantes em suas categorias.

Participam dessa edição: Aizomê, Animus, Barú Marisqueria, Bráz Trattoria, Carole Crema, Casa Rios, Chez Claude, Fasano, Grupo EME (Ema e Matilda), Jiquitaia, Komah, Le Jazz, Make Hommus, Maremonti, Mocotó, NB Steak, Nelita (com Mag Market e Riso.e.ria), Trattorita Evvai, Vista, Z-Deli, nos dois fins de semana.

Participando em um fim de semana, com alternância, serão: Caramelo, Lucas Corazza, Metzi, Ping Yang, Preto Cozinha, Quincho e, como restaurantes parceiros-sociais, o Da Quebrada e a Casa Diversa. E, entre os bares de coquetéis, Astor, Guarita e Mocotó.

Cada restaurante oferece pelo menos quatro pratos em porções que permitem provar mais de uma opção, sendo três deles parte do cardápio fixo das casas e um pensado e preparado exclusivamente para o Taste São Paulo Festival. São mais de 100 opções de pratos, com valores que variam entre R$ 20 e R$ 45, entre entradas, principais e sobremesas.

Restaurantes participantes, por categoria, e principais pratos do Taste São Paulo 2023:

JAPONESA

  • Aizomê

O Aizomê nasceu em 2007 e, desde então, vem consolidando cada vez mais sua presença na cena gastronômica não apenas de SP, mas do Brasil. Telma Shiraishi, cozinheira estudiosa das tradições, mas sempre atualizada com o que acontece no Japão e no Brasil, é quem comanda a matriz do Aizomê, nos Jardins, e sua filial, na Japan House, da Avenida Paulista. Além disso, ela é a chef da cozinha do consulado japonês em São Paulo. Graças a sua atuação na difusão de produtos e da cultura alimentar nipônica, recebeu do governo do Japão o título de embaixadora da cozinha japonesa. No Taste, como já tem feito há vários anos, ela vai apresentar pratos frios e quentes – destacando, neste ano, o misoramen e um curry de frutos do mar.

CONTEMPORÂNEO

  • Animus

A chef Giovanna Grossi é mais do que uma revelação da cozinha brasileira. É um talento já consagrado, e em franca ascensão. Nascida em Jaú e criada em Maceió, teve sua formação na Europa e participou, como representante do Brasil, do prestigiado concurso internacional Bocuse D’Or. Em 2019, de volta a São Paulo, ela abriu o Animus, imprimindo um olhar autoral a pratos de múltiplas influências, com muita atenção à combinação de texturas e sabores – e servidos em porções pequenas, para compartilhar no meio da mesa. No Taste, ela mostra a delicadeza de sua cozinha em itens como o arroz com costelinha de porco na brasa, maça verde e café e o Bolinho cremoso de camarão.

  • Chez Claude

Claude e Thomas Troisgros estão sempre em destaque na cena gastronômica do Rio de Janeiro e de São Paulo. Seu Chez Claude, no Itaim, mantém a trilha de sucesso. Atualmente sob o comando do chef Fábio Guimarães, a casa conquistou os paulistanos com os clássicos de Claude, que unem harmonicamente os sabores do Brasil e da França. Em seu segundo ano no Taste, o Grupo Troisgros vai servir pratos icônicos como o Peixe com banana caramelizada, creme de baroa e molho de passas e o Steak au Poivre com Gratin de Batatas.

PIZZARIA E TRATTORIA

  • Bráz Trattoria

A Bráz, uma das grandes grifes do país quando o tema é pizza, nasceu há 25 anos. Sempre inquieta, expandiu seu horizonte culinário na direção das massas e outras especialidades italianas com a criação da marca Bráz Trattoria, em 2014. Dedicada a clássicos e a versões modernizadas de vários pratos da cucina, a Bráz Trattoria, sob o comando do chef Marcelo Tanus, retorna ao Taste, depois de ter participado de versões anteriores. E chega ao Parque Villa-Lobos brindando o público com um Rigatone com ragu de linguiça e o novo Tiramisù de frutas vermelhas com limoncello.

  • Maremonti

Sob o comando dos restaurateurs Arri Coser e Gilson Belusso, a Maremonti se desdobra em duas vertentes: a pizzaria, com receitas ao estilo paulistano e ao estilo napolitano; e a trattoria, com preparações regionais italianas. E é a face pizzaria do restaurante que participa pela terceira vez do Taste. Levando ao evento um belo forno, capaz de assar rapidamente uma grande quantidade de discos, e no tamanho “brotinho”, sob encomenda para o Taste, a Maremonti vai oferecer a clássica marguerita.

FRUTOS DO MAR

  • Barú

O Barú tem sido um dos grandes sucessos do Taste de sua primeira participação, em 2019. O restaurante do chef Dagoberto Torres (cujo nome homenageia sua terra natal, a Isla Barú, no Caribe colombiano) tornou-se referência em peixes, moluscos e crustáceos, e destaca sabores e técnicas que remetem à Colômbia (e ao Peru). Para o cardápio do Taste, ele vai preparar pratos na grelha, mas também usar métodos ancestrais de cocção. E não faltarão sucessos como a Tostada de polvo, junto a novidades como a Barbatana de peixe na brasa com farofa e coentro.

COZINHA DE PRODUTO

  • Casa Rios

Localizado no Tatuapé, longe do circuito Pinheiros-Itaim-Jardins, o Casa Rios vem conquistando clientela fiel e reconhecimento gastronômico desde sua reabertura em 2021 (embora a história tenha começado em 2016, quando o restaurante chamava apenas Rios). Comandada pelo chef Rodrigo Aguiar, a casa faz uma cozinha de produto, valorizando ingredientes nacionais, preparações tradicionais e trabalhando em especial com a grelha. Em seu segundo ano no Taste, aguarde pela famosa Coxinha da casa (feita com frango assado na brasa) ou ainda um Sanduíche de cupim defumado e laqueado na broa de milho, maionese de caldo de cupim e missô, tomate assado e agrião.

ITALIANO

  • Fasano

O clássico tiramisù do Fasano / Tina Bini

Sucesso no Taste desde a primeira edição, a famosa grife gastronômica de Gero Fasano está presente não apenas nas principais capitais brasileiras, mas no exterior: a casa brilha também em Nova York. Transitando entre a cozinha clássica italiana e pratos mais despojados (com marcas como a Trattoria e o Gero Panini), o Fasano já faz parte da história do Taste. Seu Tiramisù, por exemplo, é um dos itens mais vendidos em todas as edições do evento (a sobremesa não faltará em 2023, é claro). Este ano, mais uma vez sob o comando do chef toscano Luca Gozzani, o restaurante vai oferecer ao público receitas consagradas, mas também delícias como a Costela de wagyu.

ITALIANO MODERNO

  • Trattorita Evvai

Pizza frita recheada de burrata, mortadela, pistache e pesto de manjericão do chef Luiz Filipe Souza / Divulgação

O chef Luiz Filipe Souza é conhecido por seu fervor criativo e por seus menus autorais servidos no premiado Evvai, sempre com influências italianas e apresentações esmeradas. Também já mostrou seu talento com as pizzas, no Evvita. Agora, o chef retorna ao Taste com um outro conceito, apresentado em primeira mão para o evento: o Trattorita Evvai, instalado numa casa vizinha ao Evvai. A nova marca vai unir a faceta mais pop da cucina praticada por Luiz, retomando inclusive pratos que já foram sucesso no Taste, como a Pizza frita recheada de burrata, mortadela, pistache e pesto de manjericão, e novidades, como o Rondelli de ricota, espinafre e nozes com fonduta de Grana Padano.

COZINHA VARIADA

  • Ema + Matilda

Criativa e inquieta, empresária de grandes êxitos, a chef Renata Vanzetto está no mercado paulistano desde 2009 e fez sua estreia no Taste em 2021 (embora sempre tivesse dado aulas nas edições anteriores). Agora, ela retorna ao evento participando nos dois fins de semana, e com uma proposta diferente: no primeiro fim de semana, o destaque é a cozinha do Ema. No segundo, a do Matilda. Cada uma de suas casas representa um estilo, da cozinha autoral a receitas mais casuais. Renata levará ao Taste novidades e criações consagradas, como o Sanduíche crazy crispy chicken.

BRASILEIRO

  • Jiquitaia

Com mais de uma década de vida, o restaurante dos irmãos Marcelo Correa Bastos e Nina Correa Bastos está maduro, com estilo cada vez mais definido, mas incessantemente propondo novidades. Os pratos de estilo brasileiro, porém sempre abertos a influências internacionais, ganharam o reforço do sabor da brasa – e é essa linguagem de cozinha que o chef Marcelo leva ao Taste. No cardápio, não faltará o Sanduíche de camarão, sempre um sucesso no evento, mas também preparações finalizadas na grelha, como a Carne de sol com pirão de leite e vinagrete. E, bem perto de seu restaurante no Taste, um carrinho do Bar do Jiquitaia servirá drinques: caju amigo e batidinha.

  • Mocotó

dadinhos tapioca mocoto
Os famosos dadinhos de tapioca do Mocotó estarão presente no menu do festival / Ricardo D’Angelo

No ano em que completa 50 anos, o restaurante do chef Rodrigo Oliveira, agora também apresentador do Masterchef, parece mais vigoroso do que nunca. Segue mantendo as tradições da cozinha nordestina, mas continua inovando no cardápio e abrindo espaço para iniciativas de alto impacto social, como a Quebrada Alimentada, com a produção de refeições para famílias carentes da região. Rodrigo Oliveira é autor do prato mais copiado do Brasil, o Dadinho de tapioca – um campeão de vendas também no Taste, e já confirmado no cardápio deste ano.

  • Vista + Selvagem

Depois de anos de sucesso no terraço do Museu de Arte Moderna, em frente ao Parque Ibirapuera, o Vista expandiu sua cozinha brasileira moderna também para os Jardins, com uma filial aberta há poucos meses. As novidades vão além: Tuca Mezzomo agora é o chef da casa, junto com Pedro Oliveira. O restaurante segue apresentando uma comida brasileira moderna, com pratos clássicos repaginados e influências da culinária de várias regiões do país. Participando pela terceira vez do Taste, o Vista retorna ao evento ao lado da marca Selvagem (dos mesmos sócios e sob o comando do chef Filipe Leite), restaurante de cozinha brasileira instalado dentro do Parque Ibirapuera. Espere por itens como o Vinagrete de polvo grelhado, salada de feijão manteiguinha, romesco de castanha de caju com tomate assado e crocante de feijão frito. 

COREANO

  • Komah

A cultura coreana tem ganhado cada vez mais espaço, mundialmente. E um dos pilares dessa expansão é a gastronomia. Em São Paulo, onde especialidades como kimchi e bibimbap tornam-se cada vez mais difundidas, o restaurante Komah vem assumindo a dianteira na divulgação de pratos de sabor instigante e apelo universal. O restaurante, fundado no bairro da Barra Funda e, atualmente, comandado pelo chef Daniel Park Lee, já entrou para história do Taste com receitas de grande sucesso. Neste ano, a grelha dará o tom, invocando o estilo do korean barbecue, com itens como um Asado de tira marinado em shoyu, saquê, gengibre e pera asiática. 

FRANCÊS

  • Le Jazz

Sempre lotado e vibrante, o mais famoso bistrô de São Paulo nunca se desviou da proposta de recriar com fidelidade as receitas dos pequenos restaurantes parisienses. Participante do Taste desde a primeira edição, o restaurante do chef Chico Ferreira vem conquistando o apetite dos fãs do evento com pratos como Steak tartare, entre outras delícias. Sem falar no preferido dos visitantes ao longo dos anos, o já consagrado Sanduíche de leitão – que obviamente está confirmado no cardápio para o evento. Em 2023, contudo, o grupo lançou uma grande novidade: a Le Jazz Boulangerie, com pães e doces, que também estarão representados no Taste.

ORIENTE MÉDIO

  • Make Hommus

Os sabores que vão da Turquia ao Irã, passando por Líbano, Israel e outros países da região: este é o vasto território culinário do chef Fred Caffarena, que não tem ascendência árabe nem turca. Pesquisador incansável e cozinheiro de talento, ele ajudou a transformar o homus, já popular como guarnição, num prato principal, de grande sucesso em São Paulo. Participando do Taste desta vez nos dois fins de semana, Fred servirá delícias do Make Hommus e do Firin Salonu – sua marca inspirada em receitas da Turquia. Aguarde por pratos como o diferente Kibe de pistache no palito com emulsão de iogurte. 

CARNES

  • NB Steak

Porchetta do NB Steak / Divulgação

Arri Coser e Gilson Belusso comandam o restaurante que revolucionou o rodízio de carnes, aproximando-o do conceito de menu-degustação. O NB foi fundado em Porto Alegre e chegou a São Paulo em 2013, jácom as características que o consagraram: matéria-prima de alta qualidade, execução técnica sem erros, hospitalidade. Presentes no Taste desde 2016, o NB é destino certo para muitos visitantes do evento, sempre em busca da sedutora Porchetta e do Steak NB.

DIVERSAS COZINHAS

  • Nelita + Mag Market + riso.e.ria

Bolo de chocolate da chef Tássia Magalhães / Tati Frison

Não é exagero dizer que Tássia Magalhães, hoje, é uma das estrelas da gastronomia do Brasil. Cozinheira em constante evolução, ela é a força criativa por trás de uma série de casas de diversos estilos. Tássia demonstra cada vez mais competência criativa no Nelita, seu restaurante autoral de inspiração italiana, além de se destacar com os pães e doces do Meg Market e os arrozes do riso.e.ria, focado em eventos. No Taste, participando neste ano dos dois fins de semana, a chef também vai servir, para alegria dos fãs, seu famoso Bolo de chocolate.

COZINHA CASUAL/SANDUÍCHES

  • Z Deli

A Z Deli Sandwich Shop é descendente de um clássico da cozinha judaica em São Paulo, a Z Deli Delicatessen, com mais de 40 anos. Fundada em 2011 por Julio Raw, com foco em sanduíches e pratos rápidos, de caráter cosmopolita, que poderiam estar em qualquer grande capital do mundo, a Z Deli “caçula” está presente em unidades nos Jardins, em Pinheiros e no Centro. Especialista em carnes, o chef Julio Raw participa do Taste pela segunda vez. E, entre outras escolhas apetitosas, vai mostrar a qualidade de seu Pastrami wagyu com chucrute e mostarda no pão de leite.

SOBREMESAS

  • Carole Crema

A chef Carole Crema é bem conhecida pelos fãs do programa “Que Seja Doce”, no GNT, no qual avalia as criações dos confeiteiros competidores. Porém, muito antes de aparecer na TV por assinatura, Carole Crema já era uma consagrada cozinheira, confeiteira e professora de culinária em São Paulo. Com formação internacional, mas apaixonada pela doçaria tradicional, Carole tem um fábrica e uma loja com o seu nome. E atrai aos Jardins uma legião de admiradores, em busca de especialidades como Bolo de chocolate, Pavlova e outros – que, claro, fazem parte do seu cardápio no Taste. Carole servirá doces clássicos e novidades (para comer na hora ou levar).

Apenas no primeiro fim de semana

COZINHA DE VEGETAIS (PARCEIRO SOCIAL)

  • Da Quebrada

Produtos orgânicos sazonais, comprados de agricultores locais, e uma proposta inclusiva, ressaltando o poder da gastronomia como ferramenta de transformação social. Este é o espírito do Da Quebrada, restaurante-escola criado por Edson Leite e Adélia Rodrigues, da Gastronomia Periférica, e comandado pelo chef Raul Godoy. Quem trabalha no restaurante são os estudantes formados pelo projeto social e, no cardápio, o Da Quebrada destaca pratos para o almoço e sua versão do brunch, o chamado cafoço – e sempre defendendo o aproveitamento total de ingredientes e práticas sustentáveis. No Taste, o restaurante vai apresentar um de seus sucessos, a feijoada vegana, além de vegetais preparados na grelha, entre outras coisas.

SOBREMESAS

  • Lucas Corazza

O talento do pâtissier paulistano Lucas Corazza é conhecido por seus programas no GNT (Que Seja Doce e Quanto Vale Esse Doce) e por sua produção de conteúdo na internet, principalmente no Instagram. Ele vai participar do primeiro fim de semana, com criações como o Choux cream de banoffee, a Origem (torta de três chocolates) e muitas outras opções.

TAILANDÊS

  • Ping Yang

Maurício Santi é o grande expert da cozinha tailandesa no Brasil. O chef morou por anos no país asiático, conhece todas as suas regiões, fala o idioma, trabalha e estuda este estilo culinário há vinte anos. Depois de passar por vários restaurantes na Tailândia e no Brasil, o chef finalmente abriu uma casa que traduz toda sua bagagem. O ainda novo Ping Yang tem lotado diariamente, com comensais em busca de seu cardápio que contempla do cru aos grelhados, sempre com sabores fiéis às referências originais. Entre os pratos que ele servirá no Taste estão o Curry vermelho de amendoim com cogumelos e vegetais e um Dumpling de cocada. 

BRASILEIRO

  • Preto Cozinha

Arroz de Xinxim do Preto Cozinha, arroz caldoso de com sobrecoxa de frango desossada no molho de camarão seco e castanhas / Divulgação

O chef Rodrigo Leite, nascido em Salvador, tem formação de advogado. Mas, apaixonado pela gastronomia, enveredou pela pesquisa da cozinha de seu estado natal, com um projeto claro: desvendar e homenagear os sabores da Bahia, mas sem repetir meramente a tradição. No Preto Cozinha, aberto no ano passado, ele conseguiu expressar no prato a essência de sua filosofia: reinterpretar memórias e ingredientes, dando uma nova roupagem a especialidades que evocam Salvador, mas que combinam perfeitamente com a urbanidade de São Paulo. Quem ganha são os visitantes do Taste, que irão se fartar com Arroz de xinxim, Baião de camarão e outras criações.

Apenas no segundo fim de semana

MEXICANO

  • Metzi e Taqueria Atzi

Tortilla de milho criolo com queijo da canastra da Taqueria Atzi / Tatiana Frison

Um restaurante que passa longe da comida tex-mex e das caricaturas. No Metzi, os chefs Luana Sabino, brasileira, e Eduardo Ortiz, mexicano, praticam uma cozinha fiel aos princípios mexicanos, mas com muitos toques autorais e técnica refinada. E com especial atenção ao uso de ingredientes brasileiros, valorizando o frescor e o prazer de executar pratos cheios de notas surpreendentes e texturas que instigam. Participando pela primeira vez no Taste, no segundo fim de semana, Luana e Eduardo vão ainda apresentar criações de seu novíssimo projeto, a Taqueria Atzi, como o Taco de porco em especiarias com cebola, coentro e abacaxi e a Tortilla de milho criolo com queijo da canastra. 

VEGETARIANO

  • Quincho

A cozinha da chef Mari Sciotti é potente e delicada. Diversificada e precisa. Séria e divertida. E ela consegue tudo isso dando protagonismo aos vegetais. Mari abriu o Quincho em 2018, na Vila Madalena e, desde então, tem conquistado cada vez mais clientes em busca de seus pratos saborosos, bem temperados – um verdadeiro antídoto para quem ainda não percebeu as possibilidades da cozinha vegetariana. Participando do Taste pela primeira vez, apenas no segundo fim de semana, o Quincho levará ao Parque Villa-Lobos receitas como os Quiabos tostados e o Arroz de kimchi.

SOBREMESAS

  • Caramelo

Confeiteiro, professor, criador de técnicas: Pedro Frade é isso tudo e um pouco mais. Chef-pâtissier responsável pelo complexo Vila Anália, ele vai levar ao Taste, no segundo fim de semana, as delícias de sua nova marca, a confeitaria Caramelo. Mestre do entremet, especialidade de origem francesa com várias camadas e texturas, Pedro vai apresentar no evento diversas versões da sobremesa.

BRASILEIRO (PARCEIRO SOCIAL)

  • Casa Diversa

A ONG criada no ano passado tem um restaurante-escola, onde oferece formação em alimentos e bebidas para pessoas LGBTQIA+ egressas do sistema penitenciário. A iniciativa visa proporcionar qualificação profissional e ainda facilitar (e monitorar) a contratação das alunas e alunos em estabelecimentos de vários estilos. A ONG vem construindo parcerias com prestigiados restaurantes e chefs de São Paulo. E, em sua participação no Taste, a Casa Diversa irá mostrar a proposta gastronômica da escola: trabalhar com ingredientes de pequenos produtores, em receitas de inspiração brasileira. A sobremesa, uma Torta de chocolate com banana, será de autoria da premiada confeiteira Marília Zylbersztajn 

BARES DE COQUETÉIS (Nos dois fins de semana)

  • Astor

O Astor, com seu ar cosmopolita, se define como um bar boêmio. É uma boa descrição para uma casa que, desde 2001, atrai paulistanos e turistas em busca de seus pratos clássicos revisitados e, especialmente, sua coquetelaria, entre as melhores da cidade. De um tradicional negroni a inovações que, volta e meia, incorporam sabores bem brasileiros, o bar, sob a supervisão gastronômica do chef Marcelo Tanus, retorna ao Taste, depois de ter participado dos primeiros anos do evento. Os visitantes podem esperar certamente por seus coquetéis executados com perícia e muito equilíbrio.

  • Guarita

Um dos mais prestigiados bares de São Paulo, sob o comando do chef Greigor Caisley e do bartender Jean Ponce, o Guarita faz sucesso na Vila Madalena desde 2016. Ponce, expert em bebidas com larga trajetória no mercado, prima pelo equilíbrio, tanto na execução de drinques clássicos como na criação de sugestões autorais – e sempre com um olhar muito atento à coquetelaria e aos produtos de raiz brasileira. No Taste pela primeira vez, o Guarita promete inclusive uma versão muito particular do famoso Rabo de Galo, sucesso que atravessa gerações.

  • Bar do Mocotó

Rodrigo Oliveira e seu Mocotó atraem uma multidão de fãs à Vila Medeiros não apenas com seus pratos de raiz nordestina, sempre com toques modernos. Mas também com as bebidas: os drinques do Mocotó, mais e mais, vem ganhando a atenção especialmente daqueles que se interessam por uma coquetelaria de matriz genuinamente brasileira. Referência nas caipirinhas, o Bar do Mocotó tem expandido sua carta de bebidas em várias direções, entre clássicos e novidades autorais. Quem comanda o balcão do bar é Ney Albuquerque que entre as criações servirá no evento o MocoMule, cachaça, suco de limão taiti, espuma de gengibre com melado de cana.

  • Serviço – Taste São Paulo Festival

Datas: 18, 19, 20 e 25, 26 e 27 de agosto (sextas-feiras aos domingos)

Local: Parque Villa-Lobos / Avenida Professor Fonseca Rodrigues, 2001 – Alto de Pinheiros, São Paulo

Horários: Sextas-feiras – 17h às 23h

Sábados – duas sessões – 12h às 23h (Taste Sunset – 18h às 23h)

Domingos – Sessões únicas – das 12h às 20h

Informações: https://brasil.tastefestivals.com/

Ingressos: Compre aqui