Parrilla Rufino desembarca no Leblon com tradicionais cortes argentinos

Filial de uma das parrillas mais refinadas da Recoleta, casa carioca capricha na qualidade das carnes e no preparo dos cortes em grelhas aquecidas com carvão e eucalipto

Fabio Wrightdo Viagem & Gastronomia Rio de Janeiro, RJ

Nascida em Buenos Aires, no subsolo do hotel cinco-estrelas Mio, na Recoleta, a classuda parrilla Rufino chega ao Leblon com apetite para disputar lugar entre os melhores restaurantes de carne à la carte do Rio.

Com ambientação atraente, a filial carioca foi instalada numa esquina da Rua Tubira pelo restaurateur Martin Vidal — criador também do San Omakase, japonês intimista e refinado especializado em degustações.

O grande trunfo do Rufino está na qualidade das carnes e no preparo esmerado dos cortes nas grelhas aquecidas com carvão e eucalipto.

As carnes, todas argentinas, chegam à casa uma vez por semana só resfriadas — e não congeladas. Por isso, percebe-se no paladar o sabor da carne fresca e de ótima qualidade.

Além disso, saltam da parrilla no ponto correto — rosadas no centro, macias e com a suculência preservada, mostrando a habilidade dos assadores.

Entre os cortes que levam os carnívoros ao paraíso aparecem mollejas (R$ 88), vacío (fraldinha; R$ 132), ojo de bife (miolo do contrafilé; R$ 182) e o filé à milanesa napolitano (R$ 98), coberto por queijo derretido e molho de tomate.

No dia da visita, duas pedidas que encantaram foram a entraña (R$ 129) — corte que lembra a fraldinha, só que mais suculenta e marmorizada — e o bife de chorizo, que chega à mesa já fatiado (R$ 119 a meia porção).

A lista de acompanhamentos é sortida, com mais de vinte sugestões. Não perca o palmito pupunha assado finalizado na brasa (R$ 39), valorizado por um molho de pimentão defumado, mel, pistache e vinagre balsâmico.

Quem quiser trazer um pouco de carioquice à mesa pode pedir o arroz maluco (chamado aqui de parrillero; R$ 38) ou a farofa de ovo (R$ 41).

Antes de passar aos pratos principais, abra o apetite com a boa empanada de carne cortada na ponta da faca (R$ 29; duas unidades), as croquetas de bondiola (sobrepaleta suína) e provolone (R$ 30) ou o embutido argentino de costela bovina (R$ 42), servido com um ótimo chimichurri caseiro.

Rufino Parrilla: Rua Tubira, 43 – Leblon, Rio de Janeiro – RJ / WhatsApp: (21) 3043-7888 / Horário de funcionamento: terça a sábado, das 12h às 17h e das 18h30 às 23h30; domingo, 12h às 19h; fechado às segundas-feiras.

*Os textos publicados pelos Insiders e Colunistas não refletem, necessariamente, a opinião do CNN Viagem & Gastronomia.

Sobre Fabio Wright

Fabio Wright é jornalista gastronômico e nome por trás do site e perfil Taste and Fly / divulgação

Jornalista paulistano que transita semanalmente entre São Paulo e Rio, já escreveu sobre gastronomia para grandes veículos, como Veja São Paulo, O Estado de S. Paulo e Época São Paulo. Nos últimos dez anos, visitou dezoito países em busca de bons lugares para comer, beber, badalar e exercitar a boemia. Compartilha também suas descobertas no site e no perfil do Instagram @tasteandfly.