Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Morgan Plus Four alia visual retrô à potência moderna do motor BMW

    Mantendo a tradição desde 1950, o modelo mantém um icônico design vintage, mas não deixa de abraçar a modernidade dos dias atuais

    João Vitor Ferreiracolaboração para a CNN

    Muitas pessoas amam os carros clássicos das décadas de 1940 ou 1950, seja pelo estilo ou pela sensação de nostalgia que esses modelos trazem. Mas a realidade é que atualmente é muito difícil encontrar um veículo desses em boas condições, já que a manutenção exige uma mão de obra especializada.

    Mas existe uma empresa que “parou no tempo” — no bom sentido. A Morgan Motor mantém o design dos seus modelos fiel à época de seu lançamento, atualizando alguns detalhes e, claro, a motorização.

    O Morgan Plus Four é o melhor exemplo disso, ganhando novidades para o modelo 2025, mas mantendo toda a essência da primeira versão produzida em 1950.

    Morgan Plus Four
    Primeira geração do Morgan Plus Four de 1950 / Divulgação/Morgan Motors

    Sob o capô do conversível, é onde vemos que ele é, de fato, um carro do século 21. Afinal, ali está um motor 2.0 biturbo da BMW de 259 cv, mantendo o Plus Four como um legítimo esportivo.

    Os mais saudosistas podem optar pela caixa de câmbio manual de seis marchas, que desenvolve 35,69 kgfm e permite uma aceleração de 0 a 100 km/h em 5,2 segundos.

    Já com o câmbio automático de oito marchas, a entrega de torque é maior, chegando aos 40,78 kgfm. Parece pouco, mas isso é o suficiente para reduzir o sprint de 0 a 100 km/h para 4,8 segundos.

    O conversível ganhou ainda uma suspensão revisada, trazendo um novo conjunto de molas e amortecedores. Se o cliente optar pelo pacote opcional Dynamic Handling, o Plus Four passa a ser equipado com uma barra estabilizadora traseira e molas com amortecimento ajustável.

    Se a parte mecânica é pura, o exterior reflete toda a aura dos anos 1950. O Plus Four tem aquele visual clássico de um conversível antigo, com formas bem arredondadas, paralamas pronunciados e faróis circulares.

    Mas o Plus Four ganhou novidades para o ano-modelo 2025. Os piscas, por exemplo, agora são integrados às luzes principais, tanto na frente como atrás, deixando o visual mais limpo. Há também novos retrovisores de alumínio, e tanto o divisor dianteiro como o difusor dianteiro foram modificados.

    Do lado de dentro, é onde temos um contraste maior do moderno com o clássico. Embora o Plus Four tenha diversos mostradores analógicos em um estilo bem vintage, o painel de instrumentos tem uma tela de LCD para mostrar as principais informações ao motorista.

    O acabamento, assim como o revestimento dos bancos, também assume um caráter mais retrô. As manoplas de câmbio são estilosas nas duas versões, com a automática tendo um visual mais modernizado, e a manual, um estilo vintage. Para completar, há ainda um sistema de som da Sennheiser.

    À venda na Europa, o Plus Four custa a partir de 62.500 euros, aproximadamente R$ 341.300. De acordo com a Morgan Motors, existem grandes chances do seu conversível ser homologado nos Estados Unidos, sendo o primeiro veículo de quatro rodas da marca a ser vendido no país desde 2006. Na terra do Tio Sam, a montadora britânica também disponibiliza o triciclo esportivo Super 3.