Primeiro dia de reabertura de shoppings em SP tem filas e movimento intenso

Shopping Cidade São Paulo, na avenida Paulista, tinha fila de visitantes esperando para entrar

Anna Satie e Isabella Faria, da CNN, em São Paulo
11 de junho de 2020 às 17:55

O primeiro dia de reabertura dos shoppings na capital paulista, nesta quinta-feira (11), teve filas e movimento intenso, após quase três meses de portas fechadas.

No shopping Cidade São Paulo, na avenida Paulista, visitantes se enfileiraram para esperar a abertura do estabelecimento. No MorumbiTown, na zona sul, a administração disse à reportagem da CNN esperar 4.500 visitantes só nesta quinta-feira (11).

Leia também:

Shoppings pedem cautela à população de São Paulo

'Reabertura é positiva, mas prejuízo não será recuperado', diz Abrasce

'Não podemos achar que pandemia acabou', diz Covas após reabertura do comércio

O prefeito Bruno Covas (PSDB) assinou nesta quarta-feira (10) o protocolo que permite que a retomada das atividades dos centros comerciais. Há condições, no entanto: os locais podem funcionar apenas quatro horas por dia, das 6h às 10h ou das 16h às 20h, o uso de máscaras é obrigatório e o número de visitantes deve ser limitado a 20% do habitual.

Funcionária com frasco de álcool em gel na porta de loja no shopping MorumbiTown, em São Paulo
Foto: Isabella Faria/CNN (11.jun.2020)

Não é permitido comer nas praças de alimentação, mas os restaurantes podem funcionar em sistema de delivery ou retirada. Cinemas, parques infantis e outros espaços de lazer seguirão fechados.

São Paulo está na fase laranja da quarentena, que permite que lojas, concessionárias, escritórios e imobiliárias funcionem sob restrições.

A cidade tinha até esta quinta 5.206 mortes e 89.149 casos de Covid-19 — o que corresponde a 57% de todos os episódios do estado.

Movimento no shopping MorumbiTown, em São Paulo
Foto: Isabella Faria/CNN (11.jun.2020)