'Sociedade considera que já paga impostos demais', diz Maia sobre 'nova CPMF'


Da CNN
16 de julho de 2020 às 15:52 | Atualizado 16 de julho de 2020 às 17:55

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse em entrevista nesta quinta-feira (16) que a sociedade considera que já paga impostos demais e que seria difícil a aceitação de mais um tributo. 

Ontem, ele se encontrou com o ministro da Economia, Paulo Guedes, defensor da criação de uma nova versão da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira).

Leia também:

Líderes do Centrão discutem estratégia de apoio à 'nova CPMF'

Paulo Guedes encontra Rodrigo Maia e fala em 'pacificação'

Reforma tributária de Guedes tem IVA federal e imposto sobre transações digitais

"Acho que a sociedade tem muita dificuldade de aceitar novos impostos, independente de qual novo imposto. A CPMF só é um que é muito demonizado", disse. "A sociedade considera que já paga impostos demais. Toda a sociedade espera que tenha um sistema mais simples, mais transparente e que, por outro lado, o Estado comece a prestar serviõs de melhor qualidade para o cidadão".

Maia disse que o debate sobre o IVA (Imposto sobre Valor Agregado) nacional já está bem avançado, com debate desde o ano passado, e que espera que o governo federal participe da conversa enviando sua proposta. 

"É bom que o governo encaminhe para fazer uma grande debate sobre impostos sobre bens e serviços", afirmou. Segundo ele, após os acertos, será possível debater outras questões, como renda e lucro presumido. 

No entanto, o tema ainda não tem data para votação em plenário. "Vamos fazer o debate. O tempo, a gente precisa construir nas próximas semanas", falou.