Carros da Tesla continuaram sendo comprados durante a pandemia, diz Elon Musk


Tina Bellon, da Reuters
31 de julho de 2020 às 16:27
Elon Musk

Elon Musk, presidente da Tesla: concessionárias, para o executivo, são coisas do passado

Foto: Aly Song/Reuters

O presidente-executivo da Tesla, Elon Musk, disse em um podcast divulgado nesta sexta-feira que a demanda pelos veículos elétricos da empresa permaneceu forte durante toda a pandemia de coronavírus, com os consumidores preferindo comprar online.

No podcast Daily Automotive da Automotive News, Musk disse que ter uma rede de concessionárias tradicional – algo que ele considera do passado – parece cada vez mais desnecessário.

Leia também:
Elon Musk faz apelo à Vale: 'produzam mais níquel' para as baterias da Tesla
Elon Musk cala os críticos: Tesla registra quarto trimestre seguido de lucro

"Vimos pedidos fortes durante toda a pandemia, ainda tínhamos um bom volume de pedidos", disse Musk. "Acho que as pessoas estão menos inclinadas a querer ir a uma concessionária, fazer o test drive, ficar no lobby e esse tipo de coisa".

Questionado sobre um rali meteórico que elevou as ações da Tesla em cerca de 240% desde o início do ano e fez da empresa a montadora mais valiosa do mundo, Musk disse que o mercado acabaria resolvendo a situação. Ele acrescentou que, enquanto a Tesla produzir ótimos carros, os investidores ficarão felizes.

Em maio, Musk disse no Twitter que o preço das ações da Tesla estava "muito alto", quando eram negociadas a cerca de US$ 700 dólares. Nesta sexta a ação caía cerca de 3%, a US$ 1.440.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook