Governo elabora MP para transição de auxílio emergencial para Renda Brasil

A ideia do ministro Paulo Guedes (Economia) é que entre os meses de outubro e dezembro seja um período de transição do auxílio para o novo programa

Thais Arbex
Por Thais Arbex, CNN  
21 de agosto de 2020 às 18:30 | Atualizado 21 de agosto de 2020 às 18:41

A equipe econômica do governo Jair Bolsonaro está elaborando uma medida provisória para a prorrogação do auxílio emergencial. A ideia do ministro Paulo Guedes (Economia) é que entre os meses de outubro e dezembro seja um período de transição do auxílio para o novo programa de assistência social Renda Brasil. 

Segundo a CNN apurou, os auxiliares de Guedes, em conjunto com o Ministério da Cidadania, de Onyx Lorenzoni, estão trabalhando em uma série de simulações orçamentárias para definir o valor do benefício até o fim deste ano. O mais provável é que fique entre R$ 250 e R$ 300. 

Leia também:

Governo avalia propor novo imposto exclusivo para Renda Brasil

Governo quer a Caixa Econômica operando o Renda Brasil

Guedes: em 2 ou 3 meses anunciaremos programas sociais para estimular retomada

A criação do Renda Brasil será integrada à PEC (Proposta de Emenda à Constituição) do Pacto Federativo. A proposta é abrir espaço fiscal, respeitando o teto de gastos, com controle de despesas, desindexação e desobrigação do Orçamento. Dessa forma, haverá brecha nas contas para a reestruturação e ampliação de programas sociais.