Ibovespa retoma 100 mil pontos e dólar fecha no menor valor desde julho

Esperança com o desenvolvimento de uma vacina contra a Covid-19 anima o mercado financeiro lá fora com reflexos positivos para a bolsa brasileira

Do CNN Brasil Business, em São Paulo*
14 de setembro de 2020 às 09:18 | Atualizado 14 de setembro de 2020 às 17:30

Foto: Gary Cameron/Reuters

O bom humor dos investidores acabou levando o Ibovespa a retomar o patamar de 100 mil pontos na segunda-feira (14). O principal índice da bolsa subiu 2,04% para 100.365,09 pontos. Já o dólar encerrou a sessão no menor patamar desde 31 de julho, sendo negociado a R$ 5,2747, queda de 1,10%.

O motivo é a melhora no sentimento internacional com a esperança do desenvolvimento de uma vacina para a Covid-19. Também está no radar dos investidores locais a decisão de política monetária do Banco Central, o Copom, que ocorre na quarta-feira (16).

Na bolsa, o destaque ficou por conta das empresas de educação Ser Educacional e Yduqs que disputam a compra da operação da Laureate no Brasil. No domingo, a Ser divulgou a compra dos ativos do grupo americano, mas, na segunda, a Yduqs disse que poderia fazer uma oferta "mais atrativa". 

Leia também:
TikTok terá Oracle como empresa parceira nos Estados Unidos
Onde estão as oportunidades – e as furadas – para investir em ações do varejo
Não é só no mercado: ações de processadoras de arroz sobem mais de 10% na bolsa

A disputa animou os investidores. As ações da Yduq (YDUQ3) estavam entre as altas do Ibovespa, com avanço de 8,14%, enquanto as da Ser (SEER3) subiram 10,07%.

Segundo os analistas Samuel Alves e Yan Cesquim do BTG Pactual, o valor dos ativos da Laureate é de cerca de R$ 3,8 bilhões. Caso a Laureate escolha outra empresa para vender sua operação, terá de desembolsar R$ 180 milhões em multa.

Caso a operação seja bem sucedida com a Ser, a nova empresa nasce com 434 mil estudantes e 1.175 vagas de medicina. "O valor máximo da nova companhia é de R$ 3,49 bilhões (versus R$ 1,3 bilhão), sendo R$ 840 milhões de Ebitda (versus R$ 427 milhões)", escrevem em relatório. 

Apesar de haver sinergias na compra, há pontos de atenção, como o fato de as duas empresas terem baixa penetração em educação a distância e terem uma alavancagem ligeiramente alta. "Por isso, estamos neutros com relação à Ser", afirmam.

Já as empresas de petróleo PetroRio (PRIO3) e Petrobras (PETR3) tiveram as maiores baixas do dia, de -1,54% e de -1%, respectivamente, em meio a preocupações com uma paralisação da recuperação econômica global e com a possível retomada da produção na Líbia.

*Com informações da Reuters

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook