Com perfil discreto, novo presidente do BB deve tomar posse nesta terça

Ele deve tomar posse durante um encontro reservado com Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto às 10 horas

Igor Gadelha
Por Igor Gadelha, CNN  
21 de setembro de 2020 às 20:59 | Atualizado 22 de setembro de 2020 às 12:52

Mais de um mês após ser anunciado pelo governo como sucessor de Rubem Novaes, o economista André Brandão assumirá nesta terça-feira (22) o cargo de presidente do Banco do Brasil.

Ele deve tomar posse durante um encontro reservado com Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto às 10 horas. Será o primeiro encontro presencial entre o presidente e o executivo, que morava nos Estados Unidos.

Leia também:
Novo presidente do Banco do Brasil deve tomar posse na próxima semana
"Não me adaptei à cultura de compadrio de Brasília", diz presidente do BB
Bastidores da saída de Novaes do BB: cansaço, resistência interna e inquérito
Banco do Brasil, B3: 10 ações recomendadas por gestoras para investir em agosto

Novaes, que já se despediu dos funcionários do banco público nesta segunda-feira (21), e o ministro da Economia, Paulo Guedes, devem acompanhar o novo presidente do BB no encontro com Bolsonaro.

Segundo apurou a CNN, a posse reservada foi pedida por Brandão, em razão da pandemia da Covid-19. A expectativa é de que a nomeação dele seja publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira.  

A interlocutores, o novo presidente do Banco do Brasil tem dito que pretende adotar um perfil discreto no comando da instituição financeira, diferente do adotado pelo seu antecessor.