Guedes: Autonomia formal do BC será votada em dez dias

O ministro afirmou ainda que um BC independente assegura juros baixos pela força da moeda. "Não vai haver inflação mais", disse.

Marcela Ayres, da Reuters
22 de outubro de 2020 às 18:54

O ministro da Economia, Paulo Guedes, durante assinatura do termo de posse de novo presidente do Banco do Brasil

Foto: Alan Santos/PR (22.set.2020)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quinta-feira que o projeto de autonomia formal do Banco Central deve ser votado em dez dias.

Em cerimônia no Palácio do Planalto, ele afirmou que o projeto --"meta brasileira de 40 anos"-- quase foi analisado na véspera pelos senadores. Segundo Guedes, a autonomia será importante para garantia de uma moeda forte.

Leia também:
Alcolumbre adia votação da autonomia do BC para o dia 3 de novembro
Autonomia do BC: banco pode ter que controlar inflação e fomentar emprego

O ministro afirmou ainda que um BC independente assegura juros baixos pela força da moeda.

"Não vai haver inflação mais", disse.

Além da autonomia do BC, há proposta para autorizar o acolhimento de depósitos voluntários de instituições financeiras pela autoridade monetária. Os senadores chegaram a colocar no radar também o novo marco das ferrovias, mas esse item deve ser substituído pelo projeto que muda as regras do transporte terrestre de passageiros e inibe a competição no setor.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook