Covid-19 continua castigando e CVC tem prejuízo de R$ 215,6 mi no 3º trimestre

A receita líquida de vendas totalizou R$ 62 milhões no trimestre, retração de 85,5% na comparação anual

Cristian Favaro, do Estadão Conteúdo
14 de novembro de 2020 às 15:27

Fachada de loja da CVC (10.abr.2020)

Foto: Divulgação/CVC

A CVC Corp divulgou os resultados do terceiro trimestre de 2020 na noite da sexta-feira (13) e reportou prejuízo líquido de R$ 215,6 milhões, revertendo o lucro líquido de R$ 13,2 milhões em igual período de 2019. A empresa explicou que a perda refletiu os impactos das restrições provocadas pela pandemia de Covid-19 nas suas atividades operacionais.

O Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado do período foi negativo em R$ 117,2 milhões, contra resultado positivo de R$ 159 milhões um ano antes. A margem fechou negativa em 189% contra margem Ebitda positiva de 37,2% em igual base. No documento, a empresa disse que a covid-19 seguiu impactando as vendas e embarques.

Leia também:
Investimento para tempos de crise, cotação do ouro cai 5% em dia de otimismo
A recuperação das bolsas (pelo menos nos EUA) pode estar apenas começando

As reservas confirmadas no Brasil somaram R$ 874 milhões no trimestre, queda de 78,2% na comparação anual. As reservas confirmadas da CVC Corp, incluindo as operações na Argentina, totalizaram R$ 1,039 bilhão no período, queda de 76% em igual base de comparação.

Com isso, o resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 11,7 milhões no trimestre, baixa de 79,5% no ano, refletindo a "redução dos encargos financeiros, redução do volume de vendas através da cessão de direitos creditórios às financeiras e ganho nas operações de hedge", explicou a empresa.

Já a receita líquida de vendas totalizou R$ 62 milhões no trimestre, retração de 85,5% na comparação anual, ainda sobre influencia das restrições provocadas pelo isolamento social no cenário de pandemia, "com relevante impacto nas viagens nacionais e internacionais", disse a empresa.

O grupo destacou que apesar do difícil cenário, a geração de caixa operacional nos primeiros nove meses de 2020 atingiu R$ 1,242 bilhão, contra uma geração de caixa de R$ 247,2 milhões em igual período de 2019, "em função da postergação dos embarques já contratados e redução significativas das novas vendas, aliadas a medidas de contenção de gastos como resposta à crise", disse a empresa.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook