SUVs: T-Cross, da Volkswagen, caminha para destronar carros da Jeep em 2020

De acordo com a instituição, de janeiro a novembro deste ano, 32% dos emplacamentos feitos em todo o Brasil foram em carros desta categoria, ante 28% em 2019

Wesley Santana, colaboração para o CNN Brasil Business, em São Paulo
15 de dezembro de 2020 às 07:27
T-Cross, SUV da Volkswagen, assumiu a liderança nacional do ranking de vendas em
T-Cross, SUV da Volkswagen: automóvel pode desbancar os carros da Jeep 
Foto: Divulgação

O interesse dos consumidores por carros está mudando desde o início deste ano. Além de pegar uma fatia maior do mercado, a preferência por SUV’s, que são veículos utilitários esportivos, tem crescido ao longo do tempo, conforme mostram dados da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores). 

De acordo com a instituição, de janeiro a novembro deste ano, 32% dos emplacamentos feitos em todo o Brasil foram em carros desta categoria. No mesmo período do ano anterior, esse número era de 28%; em 2018, a fatia foi ainda menor, cerca de 26%. 

Leia também:
GM garante os dois primeiros lugares no ranking de carros mais vendidos no país
Como a Atento colocou 37 mil pessoas em casa e por que quer mantê-las assim

Entre os SUVs mais vendidos, o Jeep Compass está perdendo tradição, depois de três anos na liderança. Em 2020, o modelo mais emplacado tem sido o Volkswagem T-Cross, com cerca de 11,4% do mercado, o que resulta em 52,6 mil emplacamentos.

A Jeep, no entanto, completa o pódio com o Renegade e o Compass, com 10,6% e 9,9% do mercado, respectivamente.

No ano passado, o T-Cross nem sequer aparecia entre os cinco melhores colocados. No relatório anual, o carro encerrou 2019 na sexta posição com apenas 6,1% de participação.

Confira o ranking:

Tracker também acelera

Outro nome que chama a atenção na lista é o Chevrolet Tracker. No acumulado de 2019, ele foi alvo de 16 mil emplacamentos; durante este ano, o veículo já apresenta um resultado bem superior, somando mais de 42,5 mil emplacamentos. Esse resultado pode lhe render o quarto -ou até terceiro- lugar neste ano, de onde ele nunca esteve próximo antes. 

Enquanto isso, o Hyundai Creta, que fechou 2019 na terceira colocação, com 9,5% de participação, parece estar indo mal. Agora, o modelo ocupa a quinta posição com 41 mil emplacamentos. 

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook