5 dicas para acelerar o acúmulo de pontos e milhas e viajar de avião de graça

Total de pontos varia de acordo com o destino, a data da viagem e o valor em reais da passagem. 

Vinícius Casagrande, colaboração para o CNN Brasil Business, em São Paulo
19 de dezembro de 2020 às 05:00
Classe econômica da Emirates
Foto: Divulgação

Aproveitar bem os programas de milhas e pontos das companhias aéreas é o primeiro passo para quem pretende economizar na próxima viagem. Afinal, esses pontos podem se transformar em uma passagem totalmente grátis para o seu próximo destino.

A grande dificuldade para a maioria das pessoas é conseguir acumular a quantidade necessária para a emissão de um bilhete aéreo. O total de pontos varia de acordo com o destino, a data da viagem e o valor em reais da passagem. 

Leia também:

Fretamento de jato executivo aumenta no Brasil; veja quanto custa alugar um
Primeira classe nas melhores aéreas tem cama de casal, caviar e carta de vinhos
Sala VIP não é só para quem viaja em executiva. Veja como ter acesso

Uma viagem para um destino próximo em baixa temporada custa bem menos do que uma passagem de voo internacional na época de férias. Funciona assim para pagar em dinheiro, e também com milhas.

A vantagem dos pontos e milhas é que o passageiro pode ir juntando aos poucos. A maioria das pessoas conta apenas com os benefícios do cartão de crédito ou dos pontos acumulados de alguma viagem anterior, mas há alguns outros meios para ajudar a turbinar o seu acúmulo de pontos ao longo do ano.

Cartão de crédito

Concentrar todos os gastos no cartão de crédito é o passo número um para quem pretende acumular muitos pontos nos programas de fidelidade. Mas não basta simplesmente sair gastando tudo por aí. 

Para que o acúmulo de pontos realmente dê resultado, é importante saber qual cartão você está usando. Há uma gama enorme de cartões com anuidade grátis, mas que dão pouco ou nenhum benefício. Já cartões mais top de linha cobram anuidades altíssimas e o valor pago pode sair bem mais que o preço da passagem.

O primeiro passo é negociar com sua instituição financeira o melhor modelo de cartão para o seu perfil e, claro, o valor da anuidade. Quem costuma concentrar os gastos em um mesmo cartão tem mais chance de conseguir desconto ou até isenção das taxas de anuidade.

Uma ajuda nessa busca pelo melhor cartão de crédito para acumular milhas é o ranking do site Melhores Destinos, especializado em promoções de passagens aéreas.

Transferência no momento certo

Saber o melhor momento para transferir os pontos acumulados no cartão de crédito para o programa de fidelidade da companhia aérea também é fundamental. Em geral, a conversão é de um para um. As empresas, no entanto, costumam fazer promoções ao longo do ano, com bônus que podem variar de 30% a até 120%. 

Quando surgem essas promoções, geralmente não basta apenas transferir imediatamente seus pontos. Em muitos casos, é necessário fazer um rápido cadastro ou simplesmente fazer a transferência por meio de um site específico. 

Há casos também em que os bônus são maiores para quem assina algum clube de milhas ou pontos. Essa, aliás, é outra forma de acelerar seus pontos.

Clube de milhas ou pontos

Os programas de fidelidade das companhias aéreas ou mesmo dos cartões de crédito contam com clubes de milhas ou pontos. O usuário paga uma mensalidade e, em troca, recebe todos os meses uma certa quantidade de pontos e alguns outros benefícios exclusivos.

No clube Smiles, programa da Gol, o valor dos planos varia de R$ 39,90 (1.000 pontos por mês) até R$ 778 (20 mil pontos por mês). No maior plano, o cliente é promovido automaticamente ao status diamante do programa, o que gera novos benefícios.

Para escolher o melhor plano, o usuário precisa calcular o valor a ser gasto e quantos pontos seriam necessários para resgatar uma passagem para o destino e data na qual pretende viajar.

Promoção de parceiros comerciais

Os programas de fidelidade contam com diversos parceiros para compra de produtos que vão muito além das companhias aéreas. Ao acessar a loja virtual por meio da página do programa de fidelidade, o cliente acumula pontos de acordo com o valor gasto.

Na maioria dos casos, R$ 1 equivale a um ponto no programa de fidelidade. Porém, é muito comum haver promoções que multiplicam esses pontos. Nesta semana, por exemplo, uma promoção dava dez pontos no programa Livelo a cada R$ 1 gasto em compras na C&A. 

Esse tipo de promoção, no entanto, costuma ser praticamente relâmpago. No caso da Livelo e C&A, foram apenas três dias. Por isso, ter paciência para esperar até que surjam as melhores promoções é uma boa estratégia.

Ser fiel ao programa de fidelidade

Se o programa é de fidelidade, então, seja fiel a ele. Não adianta ter pontos em vários programas e não conseguir resgatar os benefícios em nenhum deles. 

Antes de decidir qual atende melhor seus objetivos, é preciso analisar qual atende melhor o seu perfil. No caso das companhias aéreas, há questões como qual opera no destino para o qual você pretende viajar e quais as companhias aéreas parceiras. Em algumas, há uma pontuação fixa para resgate da passagem. Em outras, a quantidade varia de acordo com a demanda por aquele voo. 

Seja qual for a escolhida, a melhor estratégia é concentrar todas as transferências de pontos, e até os voos, sempre na mesma companhia aérea. Você vai acumular mais pontos e ter mais chance de subir no status do programa de fidelidade, o que gera mais chance de conseguir emitir sem custos a passagem aérea para suas próximas férias.