Preço médio do aluguel registra alta de 2,48% em 2020, diz FipeZap

Se considerado apenas o mês de dezembro, a valorização foi de 0,43%

Washington Luiz, colaboração para o CNN Brasil Business
19 de janeiro de 2021 às 14:29
Centros urbanos
Imóveis em São Paulo: Índice FipeZap registrou alta de 0,43% em dezembro
Foto: Diogo Moreira/Governo do Estado de São Paulo

O preço médio dos aluguéis residenciais encerrou 2020 com alta acumulada de 2,48%, segundo o Índice FipeZap, divulgado nesta terça-feira (19). O acumulado do ano do indicador ficou abaixo dos 23,14% registrados pelo IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado), principal índice utilizado para o reajuste dos aluguéis. 

A diferença pode ser explicada pela forma de cálculo. Enquanto o FipeZap é calculado com base apenas nos anúncios de imóveis publicados no Zap Imóveis e em outros portais da internet, o IGP-M avalia as tendências da economia inteira. Assim, a maior parte dele (60% do total) é formada por itens agrícolas e industriais como minérios, soja, milho ou chapas de ferro. 

Considerando o mês de dezembro, a valorização foi de 0,43%, também inferior ao registrado pelo IGP-M, da FGV, que teve alta de 0,96% no mês passado. A pesquisa foi realizada em 25 cidades. 

Capitais

Com exceção de Curitiba, onde o Índice FipeZap registrou queda de 0,37%, as capitais monitoradas tiveram elevação de preço médio do aluguel no acumulado do ano. A maior variação ocorreu em Goiânia, com alta de 8,87%, seguida por Belo Horizonte (+6,24%), Recife (+5%), Salvador (+4,96%), Brasília (+4,91%) Porto Alegre (+1,27%), São Paulo (+1,14%), Florianópolis (+0,82%), Rio de Janeiro (+0,70%) e Fortaleza (+0,26%). 

Preço médio 

De acordo com o levantamento, o valor médio das locações residenciais era de R$ 30,46 o metro quadrado em dezembro. Entre as onze capitais analisadas, São Paulo foi a que apresentou o preço mais elevado: R$ 40,06 o metro quadrado, seguida pelos valores médios registrados em Brasília (R$ 32,16/m²), Recife (R$ 31,50/m²) e Rio de Janeiro (R$ 30,74/m²).

As capitais com menor valor de locação residencial foram Fortaleza (R$ 17,37/m²), Goiânia (R$ 18,46/m²), Curitiba (R$ 20,77/m²) e Belo Horizonte (R$ 23,54/m²).

Rentabilidade 

Em relação à rentabilidade, o retorno médio do aluguel residencial terminou dezembro em 4,70%. Isso significa que a cada R$ 100 investidos em um imóvel, o ganho médio com aluguel foi de R$ 4,70 ao ano. 

Embora o percentual tenha sido inferior ao registrado há 12 meses (recuo de 0,03 ponto percentual), ainda é superior à rentabilidade média projetada de aplicações financeiras de referência, como as que remuneram 100% do CDI e têm um retorno de 1,9% ao ano. 

A cidade de Santos, litoral de São Paulo, foi a que apresentou maior rentabilidade no aluguel: 7,40%. Em seguida estão Praia Grande (7,29%), Barueri (7,29%), Recife (5,99%) e São Bernardo do Campo (5,26%).