Volta, startup de carregamento para carros elétricos, ganha US$ 125 mi em aporte

Fundada em 2010, a Volta foi financiada por uma ampla gama de investidores privados e corporativos, incluindo SK Innovation, da Coreia do Sul

Paul Lienert, da Reuters
19 de janeiro de 2021 às 16:02
BMW
I3 foi o primeiro carro elétrico do Brasil
Foto: Divulgação

A startup norte-americana de carregamento de veículos elétricos Volta anunciou nesta terça-feira que levantou 125 milhões de dólares de investidores, o que elevou o financiamento total para a empresa para mais de 200 milhões, disse a empresa.

A Volta está aproveitando o entusiasmo dos investidores por veículos elétricos e negócios relacionados. A onda impulsionou o valor da líder do setor, Tesla, para perto de 800 bilhões de dólares e da recém-chegada chinesa Nio para quase 90 bilhões.

Fundada em 2010, a Volta foi financiada por uma ampla gama de investidores privados e corporativos, incluindo SK Innovation, da Coreia do Sul, e o grupo petrolífero francês Total.

Entre os principais concorrentes da Volta está a ChargePoint, que captou quase 1 bilhão de dólares e aceitou abrir o capital numa fusão reversa com a Switchback Energy Acquisition. Os investidores da Chargepoint incluem Daimler, Chevron e Siemens.